Chefão de This is Us revela o maior desafio da 5ª temporada

Família de Randall em This is Us (Reprodução/ Instagram)

This Is Us estreia sua quinta e penúltima temporada na noite desta terça-feira, 27 de outubro nos Estados Unidos, e o chefão da série explicou que um dos maiores desafios das novas gravações foram relacionadas à forma como eles resolveram tratar o movimento Black Lives Matter.

Como a série tenta acompanhar os personagens praticamente no mesmo tempo contemporâneo, os protestos após o assassinato de George Floyd já terão acontecido na história, que envolverá principalmente Randall (Sterling K. Brown) e sua família.

“Nós nos aprofundamos nas coisas difíceis, como sempre fazemos – é uma estreia da série muito desafiadora, é possivelmente a mais orgulhosa que já tive da série. Nunca trabalhei tanto em nada na minha vida”, disparou Dan Fogelman que fez questão de comandar o enredo do episódio duplo que vai ao ar aqui no Brasil, nesta quarta-feira, 28 de outubro às 22h no canal a cabo Fox Premium.

“Tenho trabalhado nisso desde fevereiro, junto com minha equipe de roteiristas e, em particular, com uma das minhas co-escritoras, Kay Oyegun, e estamos realmente trabalhando duro nisso, porque isso precisava ir ao ar antes da eleição e não depois como era planejado”, disparou ele em entrevista para o site The Hollywood Reporter.

Segundo Susan Kelechi Watson, que interpreta a Beth, todas as cartas serão colocadas na mesa pela personagem para falar abertamente com as filhas sobre preconceito e negritude de uma forma que a série ainda não fez. “Por mais negros que Randall e Beth sejam, eles não são especialistas em como metabolizar tudo isso”, começou a atriz.

“Eu acho que se fizermos algo certo, é para ser honesto sobre isso – ter uma conversa honesta sobre isso. E eles são o tipo de pais que eu acho que convidam seus filhos para esse tipo de conversa. Não é algo do qual eles necessariamente os protegem, mas tentam orientá-los. Então, acho que é assim que abordamos”, concluiu.

ankara escort