Chefe da Netflix diz se audiência aumentou após isolamento social

Netflix
Logomarca da plataforma norte-americana de streaming Netflix (Reprodução/YouTube – Netflix Brasil)

O coronavírus é uma ameaça global como o mundo nunca viu antes, e o isolamento social está provocando um fenômeno que já era previsto. Com as pessoas em casa para evitar que o vírus se espalhe, os serviços de streaming e canais de televisão estão vendo sua audiência aumentar exponencialmente, e quem garantiu isso foi Ted Sarandos, chefe de conteúdo da Netflix, em uma entrevista para a CNN.

“Vocês devem imaginar, toda audiência está subindo. Subiu na Netflix, na CNN, na televisão em geral. O sistema tem sido bem robusto e pode ajudar muitas pessoas. As pessoas, com certeza, estão assistindo muito mais a Netflix”, explicou o executivo.

Ele ainda garantiu que mesmo que todas as produções da Netflix se encontrem com as gravações paralisadas, isso não afetará a empresa e seu calendário de lançamentos pelo menos pelos próximos meses, algo que só aconteceria se a necessidade do isolamento se fizesse por muito tempo.

“O que está acontecendo agora é que estamos bem adiantados em entregar episódios de nossas séries de uma vez, então não haverá interrupção nos próximos meses, mas talvez mais pra frente neste ano, já que as produções físicas não estão operacionais”, disse Sarandos.

Na última semana, a plataforma recebeu um pedido um tanto incomum de um dos principais líderes europeus. Thierry Breton, comissário de telecomunicações da União Européia, preocupado com as pessoas em casa, e na sobrecarga que isso poderia gerar na internet, solicitou que a empresa diminuísse a resolução de seus vídeos ao perceber que a rede estivesse ficando mais lenta. A Netflix respondeu que já possui um mecanismo que limita a qualidade do streaming caso a internet fique com a velocidade menor, mas não necessariamente que irá deixar de transmitir em HD ou Ultra HD em território europeu. O Youtube e o Facebook também demonstraram a mesma preocupação.