Chegada do Disney+ afeta conteúdo do Prime Video; Saiba o que deixa a plataforma

Vingadores: Ultimato
Vingadores: Ultimato; Filme também entra na lista das produções que sairão do catálogo do Prime Video com a chegada do Disney+ (Imagem: Divulgação)

O Disney+ só chega no Brasil no dia 17 de novembro, mas os efeitos sobre esse lançamento já estão sendo sentidos já a partir de agora. Isso porque, muitos dos conteúdos da casa do Mickey vão deixar o catálogo do Amazon Prime Video a partir desta quarta-feira (30).

A mudança vai ocorrer devido ao fim do contrato entre as duas empresas que estava em vigência desde 1º de outubro do ano passado. O acordo mantinha uma parceria de licenciamento para os seus filmes e séries.

A plataforma de streaming da Amazon já tem preparado os seus assinantes para a saída das produções da Disney. Desde o início deste mês, as produções da gigante do entretenimento não aparecem mais entre os destaques do serviço On Demand. 

Além disso, os títulos também não aparecem mais nos banners de divulgação e peças publicitárias. Um aviso de que aquele determinado filme ou série está “deixando o Prime em 30 de setembro” também passou a ser exibido.

Sem a Disney, o Prime Video vai passar a intensificar na aposta em suas próprias produções originais. Em uma estratégia muito parecida com a qual a Netflix já utiliza nos últimos anos, a Amazon aposta em séries como The Boys, o seu maior carro-chefe do momento. Para isso, até uma parceria com o SBT foi firmada com o intuito de popularizar suas produções próprias.

Veja abaixo a lista com as 58 produções que vão sair da Amazon em 30 de setembro: 

Frozen 2 (2019); Vingadores: Ultimato (2019); Vingadores: Era de Ultron (2015); Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica (2020); Guardiões da Galáxia (2014); Guardiões da Galáxia Vol.2 (2017); Malévola (2014); Malévola: Dona do Mal (2019); Vidro (2019); Doutor Estranho (2016); O Rei Leão (2019); Capitã Marvel (2019); Aladdin (2019); Moana: Um Mar de Aventuras (2016); Universidade Monstros (2013); Os Incríveis (2004); Toy Story 1 a 4 (1995-2019); Capitão América: O Primeiro Vingador (2011); Capitão América 2: O Soldado Invernal (2014); Homem de Ferro 1 a 3 (2008-2013); Thor: O Mundo Sombrio (2013); Detona Ralph (2012); WiFi Ralph Quebrando a Internet (2018); A Bela e A Fera (2017); Valente (2012); Zootopia (2016); A Princesa e o Sapo (2009); Vida De Inseto (1998); Operação Big Hero (2014); Enrolados (2010); Operação Cupido (1998); Dumbo (2019); Cinderela (2015); O Retorno de Mary Poppins (2018); Lilo & Stitch (2002); Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (2017); Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas (2011); Piratas do Caribe: No Fim do Mundo (2007); Piratas do Caribe: O Baú da Morte (2006); Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra (2003); Encantada (2007); O Bom Dinossauro (2015); O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos (2018); Rogue One: Uma História Star Wars (2016); Star Wars: A Ascensão Skywalker (2019); Star Wars: Os Últimos Jedi (2017); Star Wars: O Império Contra-Ataca (1980); Star Wars: Uma Nova Esperança (1977); Star Wars: A Vingança dos Sith (2005); Star Wars: Ataque dos Clones (2002); Star Wars: A Ameaça Fantasma (1999)

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.