Chris Messina revela motivação para estrelar The Secrets We Keep

Chris Messina e Noomi Rapace em The Secrets We Keep (Imagem: Divulgação)

Conhecido por produções como “Aves de Rapina”, “Ruby Sparks”, “Argo” e “Demônio”, Chris Messina interpreta o marido da personagem de Noomi Rapace (Os Homens que Não Amavam as Mulheres) no suspense The Secrets We Keep. Além da dupla, o filme de vingança do diretor Yuval Adler (Belém: Zona de Conflito) também é estrelado por Joel Kinnaman (‘The Killing’, ‘Esquadrão Suicida’).

Em entrevista concedida ao Hollywood Reporter, Messina compartilhou sua experiência no longa, lançado nos EUA na semana passada, e ainda revelou que a protagonista foi a sua motivação para se juntar ao elenco. “Eu escolhi o filme por causa da Noomi”, contou. “Eu sabia que aprenderia com ela – e aprendi. Quando você treina com alguém desse calibre, eles só podem torná-lo melhor. Mas depois dessa decisão, foi a questão de como você lida com um crime como esse e a antiga discussão sobre olho por olho”.

Escrito por Adler e Ryan Covington, o suspense segue Maja (Rapace), uma mulher cigana que está tentando reconstruir a vida com o seu marido Lewis (Messina) nos subúrbios dos Estados Unidos, após os turbulentos acontecimentos da Segunda Guerra Mundial. No entanto, depois de um encontro casual, Maja acredita ter descoberto o homem responsável pelos crimes de guerra cometidos contra ela e sua família. Em busca de vingança, ela sequestra o suspeito (Kinnaman) e se coloca diante da moral do que é certo e errado.

Chris Messina também compartilhou com o THR a saga do seu personagem, que acaba no meio da vingança da sua esposa. “Então, acho que ele estava lutando com: ‘Você fez isso com minha esposa e eu quero que você pague por isso’. E então, há ‘Eu estava duvidando dela e cuidando de você'”, o ator disse. “No final das contas, no tempo em que estávamos filmando, você fica muito longe dessas coisas. Com a quantidade de dias naquele porão, o calor em que filmamos o filme e a confusão e a histeria, as apostas aumentam rapidamente e quase se torna shakespeariano. Acho que é algo que acabou de acontecer. Ele nunca pensou que isso iria acontecer e que ele faria. Então eu acho que simplesmente aconteceu, e ele ficou imediatamente em choque com isso. E ele também se arrepende instantaneamente. Então, lendo isso várias vezes, sempre senti que esse homem é levado a esse ponto por tudo isso. É quase uma espiral descendente de vertigem. Isso não significa que esteja certo, mas no momento, foi uma reação automática”.

The Secrets We Keep foi lançado nos Estados Unidos no dia 16 de setembro. No Brasil, ainda não há previsão de estreia.

Assista ao trailer:

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.