Cidade natal de Chadwick Boseman anuncia ato em homenagem ao ator

Chadwick Boseman como Pantera Negra (Imagem: Divulgação)

O astro norte-americano Chadwick Boseman, intérprete de Pantera Negra, que morreu no último dia 28 e agosto, após ter perdido uma batalha contra o câncer colorretal, vai ganhar uma estátua em sua homenagem em Anderson, sua cidade natal, localizada no estado da Carolina do Sul.

O site TMZ revelou que a cidade irá juntar com a estátua, elementos de arte, além de um mural para que fãs possam fazer homenagens ao artista. O fato foi revelado pelo porta-voz do prefeito Terence Roberts, que ainda revelou que a cidade contará com a opinião pública, a fim de conseguir que a população se orgulhe do ato.

Ainda existe uma petição online criada no Change.org, que pede que nova estátua de Chadwick Boseman, venha a substituir um memorial confederado, que atualmente está localizado na frente do tribunal da cidade de Anderson. O fato da retirada do memorial do local, e sua substituição, não é uma decisão do prefeito.

Sr. Boseman é, sem dúvida, um tesouro americano e os elogios não param. É justo que seu trabalho seja homenageado no mesmo lugar de sua origem”, relatou DeAndre Weaver, criador da petição no Change.org.

 O ator nasceu e foi criado na cidade Anderson, ele é filho de Carolyn e Leroy Boseman, um casal afro-americano. Boseman saiu da cidade para estudar na Universidade Howard em Washington D.C. 

O ator de Pantera Negra, sempre quis escrever e dirigir, e chegou a morar em Londres em uma parte de sua vida. Na sua volta para os Estados Unidos, se formou na Academia Digital de Cinema de Nova York (British American Dramatic Academy), e foi morar no bairro do Brooklyn, e, Nova York, anos mais tarde se mudou para Los Angeles, no intuito de dar uma alavancada em sua carreira de ator.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.