Com cerimônia sem público, Bafta de TV anuncia indicados

Chernobyl (HBO)

A minissérie Chernobyl (2019), produzida pela HBO e escrita por Craig Mazin, é uma das grandes favoritas para a premiação deste ano d’Academia Britânica de Artes de Cinema e Televisão, ou Bafta na sigla em inglês.  Uma cerimônia sem público, feita em estúdio, deve escolher o melhor da programação britânica em 2019 numa transmissão que ocorrerá no dia 31 de julho.

Aclamada mundialmente, a trama dramatizou os acontecimentos históricos do desastre nuclear da usina de Pripyat em abril de 1986, ocorrido na então República Socialista Soviética da Ucrânia.

A produção da HBO encabeça a lista de favoritos para este ano, ostentando 14 indicações no total, o dobro da igualmente renomada The Crown. A produção da Netflix, também do gênero histórico, que narra o reinado da atual monarca britânica Isabel II.

 De acordo com o presidente da Academia, Krishnendu Majumdar, foram muitas inscrições feitas para o BAFTA 2020.  ‘Tivemos mais de 500 inscrições este ano, [então] foi realmente muito disputado”, disse ele à Reuters.

A pandemia de coronavírus exigiu uma cerimônia diferente para este ano; como consequência os candidatos devem filmar seus discursos ao em vez de aparecerem pessoalmente em frente às câmeras.

“Todos esses detalhes estão sendo elaborados, porque as regras de distanciamento social estão mudando. O que podemos dizer no momento é que haverá um programa em estúdio e estamos trabalhando nos participantes”, disse Majumdar.

Confira os indicados:

Melhor atriz drama

Jodie Comer, Killing Eve – BBC One
Glenda Jackson, Elizabeth is Missing – BBC One
Suranne Jones, Gentleman Jack – BBC One
Samantha Morton, I Am Kirsty – Channel 4

Melhor ator drama

Stephen Graham, The Virtues – Channel 4
Jared Harris, Chernobyl – Sky Atlantic
Takehiro Hira, Giri/Haji – BBC Two
Callum Turner, The Capture – BBC One

Melhor atriz coadjuvante drama

Naomi Ackie, The End of the F***ing World – Channel 4
Helen Behan, The Virtues – Channel 4
Helena Bonham Carter, The Crown – Netflix
Jasmine Jobson, Top Boy – Netflix

Melhor ator coadjuvante drama

Joe Absolom, A Confession – ITV
Josh O’Connor, The Crown – Netflix
Will Sharpe, Giri/Haji – BBC Two
Stellan Skarsgard, Chernobyl – Sky Atlantic

Melhor ator comédia

Jamie Demetriou, Stath Lets Flats – Channel 4
Ncuti Gatwa, Sex Education – Netflix
Youssef Kerkour, Home – Channel 4
Guz Khan, Man Like Mobeen – BBC Three

Melhor Série Drama

The Crown – Netflix
The End Of The F***Ing World – Channel 4
Gentleman Jack – BBC One Giri/Haji – BBC Two
Giri/Haji – BBC Two

Melhor Filme

Brexit: The Uncivil War – Channel 4
Elizabeth Is Missing – BBC One
The Left Behind – BBC Three
Responsible Child – BBC Two

Melhor Minissérie

A Confession – ITV
Chernobyl – Sky Atlantic
The Victim – BBC One
The Virtues – Channel 4

Melhor Série internacional 

Euphoria – Sky Atlantic
Succession – Sky Atlantic
Unbelievable – Netflix
When They See Us – Netflix

Melhor comédia

Catastrophe – Channel 4
Derry Girls – Channel 4
Fleabag – BBC Three
Stath Lets Flats – Channel 4