Confira as primeiras impressões de Love, Victor

Com Amor, Victor
Com Amor, Victor (Divulgação)

Love, Victor é mais nova série da Hulu que estreou nesta semana. O show é baseado no filme Love, Simon que estreou em 2018, com direção de  Greg Berlanti e estrelado por Nick Robinson. Love, Simon é baseado no livro Simon vs. The Homo Sapiens Agenda escrito por Becky Albertalli, e conta história de um jovem de 17 anos que está sofrendo por não conseguir assumir ser gay, e a situação se complica ao se apaixonar por um colega de classe.

A série Love, Victor foi criada por Isaac Aptaker e Elizabeth Berger e segue a mesma premissa do livro e do filme. O elenco conta com Michael Cimino, George Sear, Anthony Turpel, James Martinez, Mason Gooding, Rachel Naomi Hilson, Bebe Wood, Ana Ortiz, Isabella Ferreira e Rachel Wilson. Apesar da recente estreia, o seriado já ganhou suas primeiras avaliações.

Até o momento no IMDb, o novo show do Hulu tem a nota 7,7 / 10, enquanto no Rotten Tomatoes tem 92% de aprovação da crítica. Vale ressaltar que com o tempo tais avaliações podem mudar, devido ao fato de mais críticos assistirem ao programa. Confira abaixo outras avaliações:

“Qualquer um que possa ter pensado um pouco sobre Simon pode se encolher com as tendências “Depois da escola” de Victor” – Matt Roush, TV Insider.

“Embora inovadora por si só, de várias maneiras, a história de Victor é mais especial por causa de como normalmente a série a trata e seu caráter título carismático e adorável. Há tanta coisa aqui para amar” – Amy Amatangelo, Paste Magazine.

“Love, Victor é sobre descoberta e você sorrirá se puder entender ou se relacionar com a incerteza e a dificuldade de descobrir quem ele é” – Jason Escamilla, EskimoTV.

“Quando o Love, Victor funciona, ele realmente funciona – e quando não funciona, isso ainda parece discretamente inovador, criando uma história de amor LGBTQ + tão acessível e normal em um programa de TV familiar” – Jenna Anderson, ComicBook.com.

Há algo nesse programa que é envolvente, magnético e quente. Você está torcendo para Victor … apenas … descobra. [Você] nem se importa com quem ele escolhe, é o fato de que ele escolhe sua própria verdade” – Sherin Nicole, Geek Girl Riot.

“Amor, Victor compreende as verdades simples e delicadas que estão no coração de uma realidade que a maioria dos americanos parece ignorar: sair, mesmo em 2020, não é fácil – Lena Wilson, The Playlist.