Riverdale é uma das séries da CW exibidas pela Netflix (Reprodução)

Duas grandes empresas americanas não vão renovar um contrato bilionário. A CW e a Netflix assinaram um acordo em 2011 que dava o direito da maior plataforma de streaming do mundo exibir as séries da emissora americana. A princípio, o objetivo era de que os episódios das séries chegassem ao catálogo do serviço poucos dias após a exibição.

Alguns anos depois do contrato firmado, a CW optou por não renová-lo e fazer alterações em sua forma de disponibilizar suas produções. Sendo assim, os novos programas do canal dos Estados Unidos passarão a ser vendidos individualmente por seus próprios estúdios. De acordo com o site Deadline (via Série Maníacos), produtos como Nancy Drew e o spin-off de Riverdale não entram automaticamente para a Netflix.

Batwoman, por exemplo, que pertence ao mesmo universo de Arrow, está reservada para a WarnerMedia, que pertence à Warner Bros. E a ideia do estúdio é transferir todas as séries produzidas por ele para o novo serviço de streaming, que chegará em breve ao mercado norte-americano.

O futuro de Riverdale e afins

As séries que já pertencem à Netflix, como é o caso de Riverdale e Flash, seguirão no mesmo acordo anterior. Isso significa que elas permanecerão na plataforma até que sejam totalmente exibidas, independente da quantidade de temporadas que elas fiquem no ar. A Netflix também exibe outros sucessos, como Arrow, que tem seis levas de episódios disponíveis.

Com relação à Katy Keene (spin-off de Riverdale), espera-se que o seriado seja vendido à plataforma. Isso porque, assim como O Mundo Sombrio de Sabrina, a série original e sua derivada são inspiradas no universo de Asrchis Comics. Sendo assim, faria sentido que o serviço seguisse a exibição das três produções, já que são para o mesmo público.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui