Criador de One Piece faz triste comunicado aos fãs

Luffy e Garp de One Piece (Divulgação / Eiichiro Oda)
Luffy e Garp de One Piece (Divulgação / Eiichiro Oda)

A pandemia do COVID-19 afetou e muito a industria do entretenimento. Os primeiros a sentir os efeitos da quarentena obrigatória foram os grandes estúdios de cinema e emissoras de TV que tiveram que paralisar a gravação de filmes e séries para evitar que atores e equipe acabem ficando doentes. A industria das séries e dos quadrinhos conseguiu se sustentar por mais tempo por conta da facilidade do trabalho remoto, mas a situação deles começou a se complicar também.

Recentemente o Japão também tomou medidas para evitar que população se contamine com o coronavírus, e isso fez com que a produção e animes e mangás também fosse paralisada, com isso, vários sucessos japoneses como One Piece, Pokémon e Digimon entraram em hiato por tempo indeterminado. Na última semana, Eiichiro Oda, o criador de One Piece, emitiu um comunicado para o fãs sobre como a pandemia está afetando a produção de novos capítulos do mangá e do anime e que isso não tem a ver com sua saúde, e sim com a medidas preventivas adotadas no Japão.

No comunicado ele escreveu: “Sobre o mangá, ainda estou desenhando todos os dias, como sempre, mas como todo nosso trabalho é analógico, não podemos evitar a concentração de pessoas. Portanto reduzimos ao mínimo a nossa equipe, e também estou tentando me manter o mais afastado possível de uma contaminação. Por causa disso, o progresso da história principal e de outros projetos foi diminuído, para nossa frustração.

Por isso, acredito que haverá mais pausas de agora em diante, mas por favor compreendam que não estamos parando porque eu não estou bem de saúde. Estamos reorganizando nosso trabalho para continuar fazendo este mangá enquanto preservamos a nossa saúde!

O anime também está interrompido por enquanto, mas providências estão sendo tomadas para que os episódios possam ser retomados a despeito do cenário atual.

Agora, para ajudá-los a ocupar um pouco o seu tempo enquanto permanecem em casa, os primeiro 61 volumes de One Piece estão disponíveis gratuitamente na Jump+ (somente no Japão). Um mangá não irá ajudá-los com as necessidades básicas de sobrevivência, mas fico feliz em ajudá-los a relaxar com os momentos mais cômicos da história quando vocês precisarem parar para respirar.

Espero do fundo do meu coração que vocês todos ficam bem e a salvo, tanto física quanto mentalmente!!!”