Criador de Vikings fala sobre os erros da série

Vikings (Divulgação)

Elogiada por seu enredo e cenas de batalha, Vikings está em seu último ano, mas já há um derivado nos planos dos produtores: Valhalla, que será exibida pela Netflix.  Porém, para um drama de fundo histórico, a saga produzida por Michael Hirst é carregada de inexatidões e inconsistências ao retratar a realidade no século VII para o criador não há problemas nisso.

Embora não incomodem os telespectadores mais ocasionais, as incoerências históricas em Vikings são tópicos de debate constante em fóruns e grupos de discussão entre fãs mais assíduos da série. Hirst, no entanto, não se incomoda com esses erros e os justifica, fazendo uma comparação com outra série: Game of Thrones: 

“Eu tentei não ser muito inventivo. Nós queríamos nos manter autênticos. Uma pergunta que eu peço para Justin Pollard (consultor histórico da série) quando estou escrevendo é se é plausível ou não. Você não pode dizer que é fiel, porque ninguém sabe, mas pode dizer que é plausível”, declarou o criador ao History Extra. 

“Como escritor você tem que se perguntar se parece verdadeiro. Não estou escrevendo fantasia – isso aqui não é Game of Thrones, eu não tenho dragões. Eu não posso inventar, tem que parecer real. Uma das coisas que mais tenho orgulho é que o que nós fazemos parece real. Nosso elenco monta em cavalos e luta. Na última temporada, eles tiveram que pegar barcos de duas toneladas em rochedos. Isso mostra a realidade da série”, complementou o criador.

Cena cortada

Em uma entrevista recente para o canal do YouTube Beauty is Eternal, a atriz Amy Bailey, que interpretou a Kwenthrith em Vikings, revelou que os organizadores optaram por remover uma cena de sexo na qual ela interpretava ao lado do ator Travis Fimmel, após o pedido deles.

“Houve uma cena de sexo, mas Travis e eu os convencemos a cortá-la porque pensamos que seria mais interessante, pois as pessoas não sabem se Magnus é ou não filho de Ragnar”, disse Amy Bailey.

“Ninguém quer fazer cenas de sexo. É sempre estranho, não é nojento nem nada, mas nenhum ator quer isso. Quando alguém é seu amigo, não é sexy, nem um pouco”, desabafou.