Criadores de Cursed – A Lenda do Lago, da Netflix, explicam mistério do Monge Choroso

Cursed – A Lenda do Lago (Imagem: Divulgação/ Netflix)

A série recém-estreada da Netflix, Cursed – A Lenda do Lago, ficou entre as mais assistidas por duas semanas. Sua história arturiana criada por Frank Miller e Tom Wheeler que tem Katherine Langford como protagonista conta com alguns mistérios, entre eles Monge Choroso, interpretado pelo ator Daniel Sharman. Figura que representa a morte, ele está sempre com seu rosto pintado no formato de lágrimas escorrendo, até se revelar [SPOILER] como Lancelot no final das contas, uma versão estranha do personagem que virou uma vilão caçador de fadas, algo explicado por Sharman e pelos criadores em uma nova entrevista.

Miller, o celebrado autor histórias em quadrinhos por trás de títulos como Daredevil: Born Again e The Dark Knight Returns, criou a arte a série. E ele ficou entusiasmado em falar sobre por que a visão de Cursed sobre Lancelot se concentrou no perfeccionismo de longa data do personagem, e os elementos mais sombrios sempre correndo por trás dele.

“Acho que é a única maneira de Lancelot fazer sentido, porque Lancelot é um fanático. Ele é o melhor espadachim e é movido por paixões profanas e se odeia por isso. Ele trai seu melhor amigo e se xinga por isso. Isso é tão católico quanto possível. Então tudo isso é igual para mim, isso é quem Lancelot é”, disse ele ao site Collider. “E então, sim, ele é o melhor espadachim. Ele é um homem nobre. Quando você o conheceu em Cursed, ele é um assassino misterioso que certamente ainda não encontrou o caminho. E então, claro, ele se torna tão fanático por ser o mocinho e depois trai seu rei. É apenas um personagem de paixão inacreditável. E ele é um pouco louco. Sim”, completou o autor.

Para Miller e Wheeler na fase de escrita, bem como a visão de Sharman sobre o personagem, o núcleo de Lancelot se reduziu ao fanatismo. “Lancelot é um fanático em todas as encarnações”, explicou Miller, “E é por isso que ele é uma alma tão torturada em todas as encarnações dele. E é também por isso que ele é um lutador excelente e um grande herói”.