Crianças se deixam morder por aranha na tentativa de ganhar superpoderes

Homem-Aranha (Divulgação / Marvel)
Homem-Aranha (Divulgação / Marvel)

Quem nunca sonhou em ter super poderes? Nas histórias de fantasias as pessoa podem ganhar poderes das mais diversas formas, como um presente, como algo sobrenatural, entrar em contato com algo radioativo, ou até mesmo sendo picado por uma aranha.

Três meninos em Chayanta, na Bolívia, se deixaram picar por uma viúva negra em uma tentativa de obter superpoderes iguais aos do Homem-Aranha, o caso aconteceu entre 14 e 20 de maio. Segundo relatos do Daily Mirror, os irmão de 8, 10 e 12 anos, encontraram a aranha enquanto a mãe estava cortando madeira. Para fazer o aracnídeo mordê-los, eles provocaram o animal com um pedaço de pau. Os irmão logo começaram a sentir os efeitos da mordida venenosa que são fortes dores musculares, cólicas abdominais, aumento da frequência cardíaca e espasmos musculares.

A mãe dos meninos rapidamente os levou a um centro de saúde local e eles receberam remédios antes de serem transferidos para um hospital em Llallagua, onde as condições só se intensificaram. Depois de mais uma transferência para o Hospital Infantil de La Paz, capital do país, os irmãos receberam o antídoto especifico e a condição deles melhorou. Eles foram liberados do hospital cinco dias depois.

Virglio Pietro, chefe de epidemiologia do Ministério da Saúde, falou sobre o caso durante uma conferência sobre coronavírus, a fim de alertar os pais sobre como as crianças podem ser afetadas pelas coisas que veem. “Para as crianças, tudo é real”, disse ele. “Os filmes são reais, os sonhos podem ser reais e eles (crianças) são a esperança da nossa vida.”

Criado por Stan Lee e Steve Ditko, o Homem-Aranha fez sua estréia nos quadrinhos da Marvel em Amazing Fantasy #15 em 1962. Desde então, ele se tornou o personagem mais popular da Marvel, gerando várias encarnações diferentes e frequentemente apresentando vários títulos em andamento ao mesmo tempo, como quadrinhos, séries animadas e filmes.