Crítica de Aves de Rapina envolvendo discussão sexista cria polêmica

Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa
Logo do filme Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa (Imagem: Reprodução / YouTube – Warner Bros. Pictures Brasil)

O filme Aves de Rapina está cada vez mais próximo de ter seu lançamento oficializado no Brasil. No cenário internacional, o novo longa da Warner Bros. Pictures, baseado em quadrinhos originais da companhia DC Comics, já deu as caras e recebeu críticas. Um delas está dando o que falar, sobretudo por colocar em jogo aspectos sexistas e uma discussão que envolve o filme. E a crítica acabou criando uma polêmica.

Antes de irmos à crítica e à polêmica criada, vamos rever uma questão. O filme Aves de Rapina está se tornando conhecido por inúmeras questões, sobretudo um debate em torno de questões sexistas. Como explicou o ator Ewan McGregor, responsável por interpretar o personagem Máscara Negra, o longa tem o objetivo de combater e quebrar padrões sexistas, que foram construídos em cima das personagens dos quadrinhos.

“Nos diálogos de Aves de Rapina, sempre há aquele toque de misoginia no dia a dia. Nas coisas que você diz como homem e nem percebe… E tudo isso está no roteiro de uma maneira muito sutil. Eu achei isso brilhante”, disse o ator ao site de notícias da revista Entertainment Weekly, dedicada ao conteúdo de entretenimento. Entretanto, nem todos perceberam essa discussão no filme ou valorizaram esse aspecto.

O crítico Matthew Kadish, jornalista que produz conteúdo para o portal geek Kadishivideo, questionou algumas composições do filme, mas acabou, segundo muitos, recorrendo justamente aos aspectos sexistas que o filme pretende combater (como informou o ator Ewan McGregor).

Em sua crítica, o jornalista descreveu: “Eu penso que até as mulheres querem ver mulheres atraentes nas telonas. Cosplayers querem fazer personagens atraentes para ganhar atenção. Em Aves de Rapina, nenhuma personagem feminina teve apelo sexual. Eles até suavizaram a Harley Quinn [Arlequina] para torná-la menos sexy, e esse era seu maior atrativo em Esquadrão Suicida”.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.