É o Bruno!
Nova série de comédia da Netflix É O Bruno! brinca com relação de dono e cão, que é tratado como humano (Imagem: Divulgação/Netflix)
  • por Victor Hugo Morais

Recém disponibilizada pela Netflix, É o Bruno! mostra o dia a dia de um rapaz que vive em função de seu cachorro, Bruno. Sim, a vida dele se resume ao Bruno.

Ele acorda, escova os dentes do animalzinho, prepara suas refeições, vai para a rua em busca de alimentos, remédios, acessórios, tudo para o Bruno. E nessas saídas, arruma muita encrenca.

Primeiro porque não pode cruzar com outro dono que já quer mostrar que seu cãozinho é o melhor, e segundo por querer entrar em todos os lugares com ele. Como assim Bruno não pode entrar no supermercado?

Tem lugar que até suspende a venda de determinado item só para se livrar dessa dupla. Ao ironizar quem trata seu bichinho como filho, É o Bruno! exagera ao exagerar. As situações são pintadas com cores muito mais fortes que as da realidade, talvez com o intuito de mostrar ao dono do pet que existe um limite até para o bem do animal.

(Ah, sim, em alguns casos é bem capaz de alguns donos chegarem a níveis tão ou mais exagerados que os de Malcolm.)

E o exagero não é bom mesmo, já que nem tudo um cão pode comer (chocolate é um veneno), medicamentos nem todos podem ser administrados, escovar os dentes demais é desnecessário, assim como banhos em excesso. Mas para deixar isso bem claro, vemos brigas com direito a barras de ferro (não repitam isso) até por cocozinho deixado na rua (que realmente não era para ter sido largado ali).

Mas o ponto alto mesmo da série, é quando É o Bruno! vira novelinha. Apesar de super centrado em Bruno, Malcolm se apaixona. Só não faz ideia da cilada em que se mete. E não vamos contar por ser spoiler.

Ou seja, tem exageros caninos, pegadinhas entre donos, brigas bem violentas, paixonites, cocozinhos, roubo e, no final das contas, um dono que ama muito seu doguinho. Para os apaixonados pelo mundo animal, uma ótima pedida.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui