Crítica: The Circle Brasil é melhor que Big Brother?

The Circle Brasil (Divulgação / Netflix)

Nas últimas semanas, muito tem se falado sobre The Circle Brasil, novo reality show da Netflix que chegou por aqui. E o reality que temos como referência de sucesso no país, é o Big Brother Brasil.

O formato da Globo já está em sua vigésima edição e segue com audiência considerável, especialmente neste ano, quando o elenco gerou muita polêmica e, coincidentemente, as pessoas se viram obrigadas a ficar em casa por causa da quarentena proposta para tentar conter o avanço do coronavírus.

E a quarentena também é um fator que pesou para muita gente dar uma chance ao The Circle, que nada mais é que um Big Brother, mas num formato diferenciado. As pessoas ficam sim confinadas, mas cada uma em seu apartamento e dialogando apenas por mensagens de texto.

Outra semelhança, são as eliminações. Fora isso, o The Circle Brasil traz uma dinâmica bem diferente. Os concorrentes não tem nem como saber se o outro participante realmente existe, pois há a possibilidade de estar lidando com um fake.

As eliminações acontecem a todo instante, com direito a novos integrantes no programa assim que ocorre a saída de alguém. Outro diferencial importante, é o fato do participante do Circle precisar usar muito mais a inteligência.

Como assim? Se no BBB as pessoas precisam fazer cálculos sobre seus votos para tentar simular um paredão ou eliminação, no Circle eles precisam arrancar o máximo que conseguem do outro confinado, tentando também fazer amizades e garantir a permanência no jogo ou para combinar votos.

E o Circle ainda tem uma grande vantagem, que é o que causa irritação no BBB: o público não decide nada. São os concorrentes que causam as próprias eliminações ou acertam os passos para serem eleitos como influencers e assim se aproximarem do prêmio de 300 mil reais.

E as posições dos influencers ou dos menos votados é sempre uma surpresa, assim como foi a revelação do vencedor da primeira temporada.

Em resumo, há reality para todos os gostos, porém, além dos fatores citados, outro diferencial que dá vantagem ao The Circle Brasil é o fato de estar todo disponibilizado. Ou seja, dá pra maratonar e o espectador não leva três meses para conhecer o vencedor.

E é curioso observar que simples mensagens de texto podem causar tantas emoções entre os confinados, da emoção à raiva, e isso sobre pessoas que eles nem sabem se realmente existem. Vale dar uma chance!