Cruella: Emma Stone abre o jogo sobre visual adotado para viver icônica vilã

Cruella
Cruella (Imagem: Divulgação/Disney)

Mesmo com as inevitáveis comparações sobre a atuação da atriz Glen Close, que interpretou a vilã Cruella de Vil no clássico filme 101 Dálmatas, de 1996, a nova intérprete da personagem, a atriz Emma Stone comentou toda a sua expectativa em relação ao seu novo papel.

“Tudo se passa muito antes de sua história”, revelou. Emma Stone durante entrevista à revista Variety. O bate papo ocorreu na première de Zumbilândia: Atire Duas Vezes, Stone também falou que o novo filme: “É um jogo bem diferente”.

A nova caracterização de Cruella de Vil, bem diferente da personagem que se apresentava com roupas clássicas e elegantes, vem surpreendendo a muitos fãs. A nova vilã se apresenta com estilo punk-rock, visual já apresentado em agosto deste ano, na D23, na Califórnia. 

”Bom, eu me vi no espelho ficando pronta, então não fiquei chocada”, comentou a nova Cruella, que ainda completou. “Tem sido divertido. Estamos na metade das filmagens, então não posso revelar muitas coisas ainda. Mas tem sido muito, muito legal”.

No elenco ainda teremos os atores, Paul Walter Hauser, Emma Thompson, Joel Fry, Emily Beecham e Kirby Howell-Baptiste. A nova história de Cruella de Vil mostra a personagem antes de tornar vilã. A trama se passa em Londres na década de 1970, e mostra os caminhos que levaram Cruella a ser a figura do mal na qual ela se tornou. 

O live-action da Disney faz parte de um plano de ação do estúdio de lançar várias adaptações de seus clássicos. Já foram adaptados filmes como O Rei Leão, Aladdin, Dumbo, A Bela e Fera e A Dama e Vagabundo.

O filme que só tem previsão de lançamento para o dia 23 de dezembro de 2020, já teve sua imagem promocional divulgada, e é uma das produções mais comentadas desde o começo do ano.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.