Dakota Johnson revela como está lidando com a depressão durante quarentena

Dakota Johnson
Dakota Johnson (Reprodução)

A atriz Dakota Johnson, conhecida por estrelar o filme 50 Tons de Cinza, deu uma entrevista bem sincera para o canal Extra TV no Youtube onde falou sobre o quadro de depressão causado durante a pandemia por conta do novo coronavírus. A atriz já falou publicamente sobre a doença contra a qual tem lutado há alguns anos, ressaltando inclusive a importância de se cuidar da saúde mental.

“Você está nesse tipo de depressão, mas não tem muita certeza se sente assim realmente”, disse. “Você está em casa, não está com seus amigos, nem com sua família, não é capaz de fazer as coisas que fazem você se sentir útil ou que você sente que está fazendo com sua vida ou que você tem um propósito”, disse ela que tem se preocupado com o quanto a necessidade do isolamento afeta as pessoas mentalmente.

Segundo Johnson, a pandemia, além das razões óbvias devido à saúde da população, trouxe para o mundo uma dor imensa, e uma grande tristeza. “É difícil se sentir totalmente positivo o dia todo, todos os dias, quando o mundo está triste agora”.

“Há muito o que você pode fazer para ajudar a si mesmo, mas até aquelas pequenas coisas, como meditação ou caminhar ou ser gentil com seu corpo, seu cérebro e você. São essas pequenas coisas que acho que fazem uma diferença maior no final das contas”, disse ela ao ser questionada o que costuma fazer para se sentir melhor. Dakota, namorada desde 2017, Chris Martin, vocalista da banda Coldplay.

“Para passar esse tempo eu tenho lido bastante. Estou assistindo a muitos filmes também”, disse ela que dirigiu o clipe da música Cry Cry Cry, do Coldplay ao lado de Cory Bailey: “Essa experiência foi algo um sonho lindo, e estou muito grata que eu tenha tido a oportunidade de fazer esse video, e estar próxima de artistas incríveis, que estão no topo em suas respectivas áreas. Me sinto extremamente privilegiada por estar apta a trabalhar com eles”.