Daniel Craig conta o que achou de música feita por Billie Eilish para novo 007

Aos 51 anos, Craig deixa a franquia 007 em grande estilo
No início da carreira, Craig buscava ser parte de uma franquia para solidificar seu status em Hollywood

Depois de muitos anos, o ator Daniel Craig está se despedindo do papel de James Bond na franquia 007. Seu último filme será 007: Sem Tempo Para Morrer, previsto para estrear em novembro, e o ator pediu que o ator que for substituí-lo não estrague o legado que ele construiu ao substituir Pierce Brosnan como o espião mais famoso do mundo. Em participação no programa de Jimmy Fallon, ele foi questionado pelo apresentador sobre o conselho que daria a seu substituto e disparou: “Não ferre tudo. É um conselho lindo e maravilhoso”.

“Eu não sei muito mais o que dizer, de verdade. Não ferre tudo! Deixe melhor do que você encontrou. Tudo bem? Posso dizer isso? Provavelmente não!”, e o apresentador amenizou: “Você está permitido para falar qualquer coisa, afinal você é o James Bond. Está tudo certo”.

O ator ainda falou sobre Billie Eilish, cantora que escreveu e gravou uma música especialmente para seu novo filme, e que ele diz ter recebido antes, contando sua reação: “Isso geralmente acontece. Aconteceu com a música da Adele também no outro filme, e a equipe do filme manda para a gente um áudio pelo telefone. Ao ouvir com fone a qualidade não foi muito boa. Mas quando eles me levaram em um carro chique, e pararam num estacionamento e colocaram a música, um carro com ótimos estéreos, devo ter ouvido cerca de 10 a 15 vezes direto. Porque eu preciso sentir a vibração da música. Especialmente a música da Billie, eu pensei ‘caramba, é isso’”.

O apresentador pediu que o ator escolhesse então três músicas que ele considerasse as melhores, de todos os tempos de 007, tirando o novo Sem Tempo Para Morrer. Anteriormente, antes de o filme ser adiado pela primeira vez em maio deste ano, o ator ficou bravo ao ler uma coluna de um jornal dizendo que o filme estava amaldiçoado devido a acidentes que aconteceram nos bastidores, e disse que quanto mais falassem isso, mais ele acreditava que se tratava do contrário.