David Harbour diz a quem atribui o fracasso de Hellboy

David Harbour (Foto: Divulgação)

Hellboy é um dos personagens mais populares dos quadrinhos. Criadas por Mike Mignola, as aventuras de Hellboy foram publicadas pela editora Dark Horse. Além dos quadrinhos, o herói ganhou diversos filmes animados, além claro, de filmes live action. Os dois primeiros longa metragens que chegaram nos telonas foram dirigidos por Guillermo del Toro, e apesar de várias ressalvas teve uma recepção da crítica e do público.

Em 2019, fomos apresentados a um reboot da franquia de filmes, na qual tivemos David Harbour no lugar de Ron Perlman no papel de Hellboy, além, óbvio, da mudança de diversos atores do elenco. Logo nos primeiros traileres divulgados os fãs torceram o nariz por essa nova versão do filme. Apesar de ser mais aterrorizante, ter mais ação e mais comédia que os dois filmes anteriores, isso não foi o suficiente para atrair o público, principalmente os fãs.

Recentemente, em um entrevista para o Screen Rant, David Harbour comentou sobre o fracasso, onde atribuiu isso aos próprios fãs do Hellboy. O ator disse: “Acho que o filme já havia falhado antes de iniciarmos as gravações, já que pessoas não queriam que o fizéssemos e havia tipo uma grande razão… Guillermo Del Toro e Ron Perlman fizeram essa coisa icônica que achamos que podia ser reinventada, e então o barulho da internet foi tipo, ‘Não queremos que vocês toquem nisso’. E então fizemos um filme que eu acho divertido e que teve seus problemas, mas foi um filme divertido, mas as pessoas eram muito, muito contra ele acontecer, e isso é o direito das pessoas, mas aprendi minha lição”.

A título de comparação Hellboy (2004) arrecadou US$ 100 milhões em bilheteria, Hellboy II: O Exército Dourado (2008) arrecadou US$ 160 milhões. Já Hellboy (2019), arrecadou somente US$ 44 milhões em bilheteria, sendo que teve um orçamento US$ 50 milhões, ou seja, além de não atrair o público ainda deu prejuízo para a Lionsgate.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.