DC surpreende fãs e renomeia equipe de Justiça Jovem

Justiça Jovem
Justiça Jovem (Divulgação/ DC Comics)

Em 2019, a DC Comics trouxe de volta Young Justice (Justiça Jovem) aos quadrinhos. A equipe fundada por Impulse, Robin e Superboy no final dos anos 1990 – criada por Todd Dezago, Todd Nauck e Lary Stucker – mais tarde se dissolveu, com seus membros passando a formar novas versões dos Titãs e dos Forasteiros. Para lançar sua nova marca Wonder Comics, o escritor Brian Michael Bendis reformulou a equipe principal com alguns heróis recém-chegados. Nas 15 edições desde então, a equipe continuou a crescer seu elenco e no escopo. Agora eles têm um novo nome e uma nova declaração de missão para combinar.

A Justiça jovem cresceu consideravelmente desde que a gangue voltou. Sua lista atual inclui Impulse, Superboy, Drake (ex-Robin), Teen Lantern, Disque H, Salteadora, Sideways, Aqualad, Moça Maravilha, Arqueira, Naomi, Supergêmeos, Jinny Hex, e Ametista. Na edição15, a equipe finalmente volta para casa de sua viagem pelo Multiverso sabendo que há outra ameaça no horizonte que só ela consegue derrotar.

Enquanto isso, o grupo de heróis adolescentes faz planos para se tornar algo mais oficial. Os Supergêmeos são dois adolescentes alienígenas que vivem com a Liga da Justiça. Um deles, Zan, alega que Superman lhe deve um favor. Ele aproveita esse favor para prometer que a nova equipe de Justiça Jovem receberá a sanção total da Liga da Justiça. Nesse ponto, eles se tornarão a Liga da Justiça Jovem. O que acha do novo nome O que vem a seguir para a equipe de jovens heróis?

A série animada Justiça Jovem também está disponível no Brasil pela Netflix, e conta com três temporadas, cada uma com pouco mais de vinte episódios, e mostra os heróis adolescentes tentando aperfeiçoar seus poderes para que obtenham o aval de Batman, Superman, Mulher-Maravilha, e Arqueiro Verde para integrarem a Liga da Justiça.