Deadpool: Morena Baccarin comenta sobre participação no terceiro filme

Morena Baccarin
Morena Baccarin em cena do filme Deadpool, de 2016 (Imagem: Reprodução / 20th Century Fox / Marvel Entertainment)

O futuro da franquia Deadpool ainda é incerto. Apesar de Ryan Reynolds já ter comentado sobre o desenvolvimento do terceiro filme, o ator também tem dúvidas de como irá acontecer, ainda mais depois que a Disney adquiriu a Fox, estúdio responsável pelo longa. Agora foi a vez de Morena Baccarin comentar sobre a sua participação na sequência.

Em entrevista concedida à Entertainment Weekly, a intérprete de Vanessa disse que ainda não foi abordada pela equipe para um novo filme. “Não faço ideia”, disse a atriz brasileira quando questionada sobre sua participação no terceiro longa. “Aparentemente, eles ainda estão escrevendo. Eu realmente não sei. Não me perguntaram, nem me aproximei. Não houve conversas ainda, então estou esperando com a respiração suspensa”.

Baccarin interpretou a noiva de Wade Wilson nos dois filmes, sendo que no segundo sua participação foi bem menor. Em Deadpool 2, Vanessa é assassinada por um traficante vingativo (Thayr Harris), causando uma depressão sombria no anti-herói. No entanto, mais tarde Wade impede a morte da amada com o uso de um dispositivo de viagem no tempo, que ele roubou de Cable (Josh Brolin). Caso a personagem seja incluída na sequência, a atriz espera que o papel seja “o maior possível”.

Recordando o primeiro longa, dirigido por Tim Miller, Morena Baccarin afirmou que foi “um dos melhores momentos da minha vida”. A atriz acrescentou: “Era tão divertido estar naquele set, e era criativo, gratificante e agradável por toda parte. [Reynolds] é a melhor pessoa para se trabalhar, e tão doce e tão engraçado que dói”.

Lançado em 2016, Deadpool arrecadou US$ 782 milhões nas bilheterias ao redor do mundo. Já a sequência, que chegou aos cinemas em 2018, foi um pouco melhor. O segundo filme faturou US$ 785 milhões mundialmente.

Ainda não há previsão de lançamento de Deadpool 3.

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.