Decisão é tomada após fracasso de Bloodshot nos cinemas

Bloodshot (Imagem: Divulgação)

Bloodshot estreou nos cinemas na semana passada, mas teve uma passagem meteórica devido à pandemia de Coronavírus que fez com que muitos cinemas fechassem suas portas. Com isso, o longa metragem estrelado por Vin Diesel pode não atingir o estimado para cobrir os gastos da produção e dar um enorme prejuízo para Sony Pictures.

Para contornar tal problema, a Sony decidiu seguir a nova onda do mercado e lançar Bloodshot digitalmente no dia 24 de março. Em uma nota, Tom Rothman, presidente da Motion Picture Group da Sony Pictures Entertainment, disse: “A Sony Pictures está firmemente comprometida com a exibição teatral e apoiamos a exibição de janelas”.

Rothman acrescentou: “Essa é uma circunstância única e extremamente rara em que os cinemas precisam fechar em todo o país para um bem maior e Bloodshot está abruptamente indisponível em qualquer meio. O público agora terá a chance de possuir o Bloodshot imediatamente e vê-lo em casa, onde todos nós estamos gastando mais tempo. Estamos confiantes de que – como outras empresas afetadas pelo vírus – os cinemas se recuperarão com força e estaremos lá para apoiá-los”.

Entre os outros filmes que serão lançados digitalmente estão O Homem Invisível, A Caçada e Emma, da Universal. Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa, da Warner Bros., também será lançado dia 24 de março. A Disney também pretende adiantar a chegada de Frozen 2 e Star Wars: A Ascensão Skywalker no Disney+.

Bloodshot é uma filme baseado em uma HQ homônima que foi lançada pela Valiant Comics. O longa metragem conta a história de Raymond “Ray” Garrison, um ex soldado que foi brutalmente assassinado junto com sua esposa. Ele “renasce” após passar por um experiência que colocou em seu corpo um tipo de nanotecnologia que o torna quase indestrutível. De volta à ativa, ele tenta entender seus novos poderes e se buscar vingança pelo que aconteceu no seu passado.

 

Comentários