Depois de aparecer sem roupa, ator de Watchmen confessa qual cena acha a mais incrível

Cal (Yahya Abdul-Mateen II) em Watchmen
Cal/ Dr. Manhattan (Yahya Abdul-Mateen II) em Watchmen (Reprodução)

Depois de receber 26 indicações ao Emmy, a série limitada da HBO, Watchmen passou a chamar a atenção dos telespectadores que a perderam no ano passado. Quando foi planejada por Damon Lindelof, que tem no currículo sucessos como Lost e The Leftovers, muitos atores não sabiam bem como seriam seus personagens, menos ainda Yahya Abdul-Mateen II, escalado para interpretar o Dr. Manhattan, o personagem que está no centro da história baseado em uma HQ criada em 1986.

O ator acreditou que seu personagem era apenas Cal Abar, o marido bonzinho e participativo da protagonista Angela Abar (Regina King). “Nas páginas que recebi para os testes, ele é a pessoa mais comum entre os personagens. Ele definitivamente não é um super-herói”, disse ele, que só depois de filmar todo o primeiro episódio foi procurado pelo diretor que esclareceu, que seu personagem era sim o homem mais poderoso da terra, escondido sob o corpo de um cara comum.

Segundo Lindelof, a ideia dos roteiristas era que Jon Osterman (nome verdadeiro do Dr. Manhattan) precisava se esconder entre os humanos, sem saber do próprio poder, mas não deixar que suas habilidades onipresentes, afetassem o futuro. Abdul-Mateen acredita que a cena mais icônica de seu personagem, e a que faz mais sentido para ele tem a ver quando Manhattan deixou que Angela escolhesse no necrotério o corpo do homem ao qual iria habitar. “Diz algo sobre Deus, dar o poder de escolha a uma mulher negra”, disparou ele que acha fantástico as pessoas poderem entender isso.

Yahya Abdul-Mateen II em Watchmen
Yahya Abdul-Mateen II em Watchmen (Reprodução)

O fato de um personagem originalmente branco, segundo o showrunner Damon Lindelof foi algo que tirou o sono dos roteiristas, porque ao mesmo tempo que era algo problemático, parecia estar desafiando o status quo da história original, mas ele garante que só funcionou por causa do ator. E por falar nele, foi o próprio que decidiu que iria aparecer completamente nu na série, e para isso, procurou um treinador para poder ganhar mais músculos e não se sentir envergonhado diante das câmeras. O maior trabalho para o ator ficar nu não foi diante das câmeras, e sim nos testes de maquiagem, feito às escondidas para que ninguém mais soubesse o grande segredo do personagem. “É divertido nas primeiras vezes”, diz Abdul-Mateen sobre o processo de 2 horas e meia de maquiagem corporal. “Todas as ideias sobre espaço pessoal simplesmente foram pela janela.”