Descubra novidade sobre briga judicial por direitos autorais de Sexta-Feira 13

Sexta-Feira 13 (2019) (Imagem: Reprodução)

A disputa judicial dos direitos autorais da franquia de terror Sexta-Feira 13 ganhou mais um capítulo. No entanto, de acordo com Larry Zerner, representante legal da propriedade, o longa caso por está próximo do seu encerramento.

A ação envolve o controle da franquia, que está sendo disputada há muito tempo pelo roteirista Victor Miller e pelo diretor Sean S. Cunningham, encarregados do primeiro longa, lançado em 1980. A ideia básica é que o diretor afirma que Miller era apenas um contratado quando escreveu o roteiro do filme original, e que não pode reivindicar os direitos do script.

No twitter, Zerner comentou o andamento do processo. Ele conta que a decisão sobre os direitos deve ser tomada entre maio e junho desse ano. “O tribunal pode fazer uma das três coisas. 1) Afirmas que Victor venceu e detém os direitos do primeiro Sexta-Feira 13, 2) Inverter e dizer que Sean detém todos os direitos ou 3) Enviá-los de volta ao tribunal para um julgamento. Se eu tivesse que escolher, eu apostaria que o tribunal afirma e sustenta que Victor possui os direitos (Mas você nunca sabe). Se um dos lados perder, ele podem recorrer à suprema corte, mas é muito improvável que Cunningham aceitaria o caso”, disse.

Se Miller ganhar a última disputa, isso significa que ele terá que atuar ao lado de Cunningham para que a franquia ganhe uma continuação, uma vez que Miller possui apenas os direitos do roteiro original, os personagens e elementos. No entanto, a caracterização de Jason Voorhees, que não aparece no primeiro filme, não está incluída. Já se Cunningham vencer, o retorno do assassino seria um pouco menos complicado.

O último filme da franquia de terror chegou aos cinemas em 2009. Jared Padalecki, da série Supernatural, interpretou o protagonista Clay Miller. Dirigido por Marcus Nispel (‘O Massacre da Serra Elétrica’, ‘Conan, o Bárbaro’) e escrito por Mark Swift e Damian Shannon.

Além de Padalecki, o longa conta com Danielle Panabaker, Amanda Righetti, Travis Van Winkle, Julianna Guill, Aaron Yoo, Ryan Hansen, Arlen Escarpeta, Willa Ford, Jonathan Sadowski, Ben Feldman e Derek Mears como o temível Jason Voorhees.

Com um orçamento de US$ 19 milhões, o filme arrecadou US$ 91 milhões nas bilheterias ao redor do mundo. Já as críticas não foram muito boas. No Rotten Tomatoes, por exemplo, a produção possui uma aprovação de apenas 26%, com base em 172 avaliações. O consenso diz: “Embora tecnicamente bem construído, Sexta-Feira 13 é uma releitura dentro da série que pouco apresenta para distingui-lo de seus antecessores.”