Descubra por que a série Chernobyl tem causado confusão na Rússia

Stellan Skarsgård na série Chernobyl (HBO/Divulgação)

Com o fim de Game of Thrones, parecia que a HBO demoraria a encontrar seu próximo sucesso, mas as previsões estavam erradas. O canal acertou em cheio com Chernobyl, que conta a história do acidente nuclear ocorrido na usina de mesmo nome na Ucrânia nos anos 80, que deixou uma quantidade enorme de mortos (entre 4 e 90 mil pessoas) e consequências terríveis para os que sobreviveram. Desde sua estreia em 06 de maio, a série, que tem direção de Johan Renck e Craig Mazin como showrunner, vem conquistado cada vez mais fãs e possui um nível de aceitação de 9,7/10 no IMDB, o que se deve ao ótimo roteiro e grande elenco formado por Jared Harris, Stellan Skarsgård e Emily Watson, entre outros.

Segundo Yaroslav Yemelianenko, diretor de uma empresa de turismo, o interesse por passeios ao local teve um aumento de 30 a 40%, informa o Reuters. Mas infelizmente nem todos estão felizes com o sucesso da série. O governo Russo tem feito uma campanha massiva contra o programa, considerando um absurdo que os Estados Unidos tenham tido a oportunidade de contar a história antes que uma produção russa pudesse fazê-lo, e que os fatos mostrados em Chernobyl não são verdadeiros. Como retaliação, uma nova série está sendo produzida pelo canal NTV, cuja premissa é a de que o acidente foi causado devido à sabotagem de um agente americano infiltrado.

Censura

Essa não é a primeira vez – e sem dúvida não será a última – que uma produção americana é criticada pelas autoridades russas. “Rocketman”, filme biográfico do cantor e compositor Elton John estrelado por Taron Egerton, recentemente sofreu censura das cenas nas quais “promove” a homossexualidade do artista, e o público do país infelizmente será obrigado a assistir à versão editada nos cinemas. Taron repudiou a ação, e lamentou não ter sido informado a tempo de lutar contra a decisão arbitrária. “Rocketman” está em cartaz em todo o Brasil e Chernobyl pode ser conferida com exclusividade na HBO.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort