Descubra quem dirigirá adaptação de A Mulher Invisível para a Universal

Elizabeth Banks como Boz em “As Panteras” (Imagens: Divulgação)

O estúdio Universal está provando que pode sim, se recuperar de um grande fracasso. Depois que o audacioso plano do Dark Universe foi por água a baixo, o estúdio decidiu explorar sua biblioteca de monstros de forma independente, e agora uma adaptação da personagem A Mulher Invisível será produzida.

A escolhida para assumir a direção foi ninguém menos que Elizabeth Banks, que acaba de lançar seu primeiro grande projeto na forma do remake de As Panteras. Um rascunho do roteiro já foi escrito por Erin Cressida Wilson, responsável por escrever A Garota no Trem, a partir de uma ideia da própria Banks.

A Universal chegou a produzir um primeiro longa sobre A Mulher Invisível ainda em 1940, uma espécie de paródia que serviu como sequência para O Homem Invisível e o Retorno do Homem Invisível. É importante frisar que o novo filme será baseado na história original de 1933 mas não estará ligado ao projeto de Leigh Whannell estrelado por Elizabeth Moss e Oliver Jackson-Cohen.

No momento é difícil dizer qual caminho Banks irá seguir com enredo, visto que na versão masculina moderna o tema explorado é o da violência e abuso doméstico, com tom de terror. Uma das opções, é usar a invisibilidade da personagem como uma metáfora para a forma como muitas mulheres são vistas em geral pela sociedade.

Aposta

Já correm na internet comentários polêmicos sobre a escolha de Elizabeth como diretora, uma vez que As Panteras acabou se tornando um fracasso de bilheteria. Mas como outros apontaram, é fato que inúmeros diretores recebem segundas, terceiras e quartas chances na indústria, então porque com Banks deveria ser diferente?

Ainda não há detalhes sobre possíveis escalações ou data de estreia. Vale lembrar que Dexter Fletcher ficará responsável por explorar o universo do vampiro Drácula, porém através dos olhos do seu fiel subordinado Renfield, também para a Universal.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort