DGA 2020: Sindicato dos Diretores da América anuncia vencedores

Barry/HBO

Dando continuidade à temporada de premiações desse ano, aconteceu durante esse fim de semana nos Estados Unidos a entrega dos troféus do DGA, o Sindicato de Diretores da América. O evento é mais um passo importante na briga pelo Oscar.

O prêmio mais importante da noite, de Melhor Filme, ficou com Sam Mendes pelo drama de guerra 1917, que é considerado por muitos o favorito para também levar a estatueta dourada da Academia. O longa concorreu com Parasita de Bong Joon Ho, O Irlandês de Martin Scorsese, Era Uma Vez em Hollywood de Quentin Tarantino e Jojo Rabbit de Taika Waititi.

Sam fez questão de agradecer à todos os colegas durante seu discurso, elogiando e mencionando a importância das suas respectivas produções: “Eu quero agradecer o Bong Joon Ho por fazer o melhor, sem dúvida nenhuma o melhor filme, sobre o que significa ser pobre que eu já vi na vida.

Falta de representação

Infelizmente, assim como no Globo de Ouro, nenhuma diretora foi indicada na categoria, apesar do ótimo trabalho de nomes como Greta Gerwig (Adoráveis Mulheres), Lulu Wang (A Despedida), Kasi Lemmons (Harriet) e Lorene Scafaria (As Golpistas). O tema foi abordado pelo presidente Thomas Schlamme: “Eu aconselho a não usar prêmios como o barômetro, o único barômetro, de progresso – é só uma medida. Fazer isso subestima o trabalho de muitas pessoas.

Lista completa de vencedores:

 Melhor Diretor de Filme: Sam Mendes – 1917
• Melhor Direção em Documentário: Julia Reichert – American Factory
• Melhor Direção em Série – Drama: Nicole Kassell – Watchmen
• Melhor Direção em Série – Comédia: Bill Hader – Barry
• Melhor Direção em Minissérie/Telefilmes: Johan Renck – Chernobyl
• Melhor Direção em Reality Show: Jason Cohen – Encore!, Annie
• Melhor Estreia na Direção: Alma Har’el – Honey Boy
• Melhor Direção de Comercial: Spike Jonze – MJZ
• Melhor Direção em Programa Especial de Variedades: James Burrows – All In The Family and the Jeffersons / Andy Fisher – Live in Front of a Studio Audience
• Melhor Direção em Programa Regular de Variedades: Don Roy King – Saturday Night Live
• Melhor Direção em Programa Infantil: Amy Schatz – Song of Parkland

 

Comentários