Diretor Bong Joon Ho revela que sonha em dirigir [descubra], da Netflix

Mindhunter (Divulgação)

Considerado um dos diretores mais interessantes e inovadores da atualidade, o sul-coreano Bong Joon Ho, responsável por um dos melhores filmes do ano, ‘Parasite’, revelou em nova entrevista que adoraria dirigir uma das séries de maior prestígio da Netflix.

Em conversa com o Collider, Ho assumiu ter uma relação especial com ‘Mindhunter‘, criada por David Fincher e Joe Penhall, quando questionado sobre em qual produção de tv gostaria de realizar uma participação no roteiro ou na direção. “O livro do Douglas foi como uma bíblia“, admitiu ele, referindo-se ao volume de John E. Douglas lançado em 1985.

Sou muito familiarizado com o livro original porque quando estava trabalhando em ‘Memories of Murder’ estudei bastante sobre serial killers americanos e é claro o livro é escrito por um agente criminal”. “Mindhunter: Inside the FBI’s Elite Serial Crime Unit” serviu como base para a série estrelada por Jonathan Groff, Holt McCallany e Anna Torv.

‘Memories of Murder’, lançado em 2003, é ambientado em uma vila coreana nos anos 80 e foca em três detetives que tentam desvendar uma série de assassinatos de mulheres por um criminoso desconhecido. Bong Joon afirmou que os casos descritos no livro foram de grande inspiração.

Influências

Conhecido também pelos títulos ‘Ojka’, lançado pela Netflix em 2007 e ‘Expresso do Amanhã’, baseado na graphic novel de mesmo nome e estrelado por Chris Evans, Tilda Swinton e grande elenco, os serial killers continuam a ser explorados pelo diretor, especialmente em seu último trabalho, ‘Parasite’, que tem chamado a atenção da crítica internacional desde a sua estreia no Festival de Cinema de Cannes, onde levou para casa a Palma de Ouro.

O enredo gira em torno de duas famílias completamente diferentes: os Kim, pobres, e os Park, ricos, que entram em conflito com a chegada de um jovem professor particular de inglês. Ainda sem data de estreia no país, o longa chega aos Estados Unidos no dia 11 de outubro.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.