Diretor de Esquadrão Suicida pede sua versão no HBO Max, e critica edição da Warner

David Ayer dirigindo Will Smith em cena de Esquadrão Suicida
David Ayer dirigindo Will Smith em cena de Esquadrão Suicida (Divulgação)

Depois de uma incessante batalha dos fãs, o Snyder Cut, versão de Zack Snyder para Liga da Justiça, finalmente verá a luz do dia através da HBO Max, nova plataforma de streaming da Warner Bros., e isso fez com que David Ayer, diretor de Esquadrão Suicida também pensasse em reivindicar o direito de ver sair o filme que planejou originalmente.

O cineasta chegou a refutar a ideia na semana passada ao ser confrontado pelos fãs nas redes sociais, mas parece que ele mudou de ideia, depois de ver a adesão de público num tweet feito por Steve Weintraub, colunista do site Collider, na última segunda-feira, 25 de maio que dizia: “A versão de Esquadrão Suicida que todos nós vimos não era o filme que David Ayer queria lançar. Com a popularidade do gênero dos super-heróis por que não mostrar o corte dele na HBO Max?”.

Vale lembrar que o corte de Ayer não custaria tanto aos cofres do estúdio já que foi inteiramente gravado, e finalizado, porém editado pelos executivos, porque eles entenderam que o filme era sombrio demais, e com poucos momentos de humor, o que ia contra o que eles entendiam como medida de sucesso, já que os filmes da Marvel fizeram números se valendo de humor, enquanto naquele momento, a Warner ainda colhia críticas por Batman vs. Superman: A Origem da Justiça.

Ayer então viu as manifestações, e respondeu: “Essa é uma boa pergunta. Meu corte seria fácil de concluir. Seria incrivelmente catártico para mim. É cansativo chutar sua bunda por um filme que recebeu o tratamento de Edward Mãos de Tesoura. O filme que fiz nunca foi visto”, disse ele em clara crítica à atitude do estúdio.

O diretor já havia falando anteriormente em defesa de Jared Leto, que o trabalho dele como Coringa havia sido magnífico, porém ninguém além dele teve a oportunidade de ver isso na tela, já que grande parte das cenas do personagem, que era o destaque do filme, foram cortadas. Talvez Ayer encontre resistência da Warner já que um novo filme da equipe dirigido por James Gunn está a caminho.