Diretor de Game of Thrones confessa atrito com criadores da série

Diretor Miguel Sapochnik confessa que houve estranhamento com criadores de GOT. (HBO/Divulgação)

Game of Thrones pode ter chegado ao fim, mas isso não significa que as polêmicas em torno da série, seu elenco e criadores não continuam a ser motivo de especulação e interesse do público e da mídia. Em entrevista ao podcast da Indiewire, o diretor britânico de origem argentina Miguel Sapochnik abriu o jogo e revelou que seu relacionamento com os showrunners David Benioff e D. B. Weiss nem sempre foi dos melhores.

O diretor caiu de pára-quedas no meio de uma produção que já tinha seu próprio ritmo e regras definidas, e foi deixado à própria sorte no seu primeiro dia sem ter como se deslocar até as locações. “Se não fosse pela Deb [produtora Deborah Riley], eu nunca teria encontrado nenhum daqueles lugares, eu teria afundado lá. Depois percebi que aquela era a política deles. Era tipo, nade ou afunde, e eles pensaram ‘Esse cara é um idiota, deixa ele afundar'”. Os problemas continuaram, dessa vez com os criadores Benioff e Weiss, que se recusaram a aceitar algumas inovações que o diretor quis trazer. “Eles disseram que tinham odiado. Eu fui policiado visualmente pelos primeiros 3 meses, e isso fez a criação de ‘Durolar’ [oitavo episódio da 5 temporada] muito difícil porque eles estavam com muita raiva”, completou.

Pressão

Mais tarde, com o sucesso e feedback do episódio, Sapochnik se viu livre para ousar quando retornou na sexta temporada para dirigir o icônico “A Batalha dos Bastardos”, considerado como um dos melhores episódios de qualquer produção já exibido na tv. O documentário “A Última Vigília”, exibido uma semana após a finale, tinha como intuito prestar homenagem à equipe que dedicou uma parte significativa de suas vidas à produção; porém o que se viu foi a imensa pressão sofrida pelos profissionais envolvidos, prazos apertados e roteiros com cenas que pareciam quase impossíveis de serem filmadas, como a invasão de Winterfell pelo rei da noite e os caminhantes brancos que durou 54 noites de produção noturna sob condições pra lá de adversas no congelante frio de Belfast. A série já enviou suas apostas ao Emmy, e agora é só aguardar e conferir se todo esse esforço será recompensado.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort