Diretor de novo Thor fala sobre possível romance entre [descubra]

O ator Chris Hemsworth como Thor em “Vingadores: Ultimato” (2019), última aparição do personagem nos cinemas até então (Imagem: Divulgação)

Fãs do personagem Thor estão aguardando a chegada do próximo filme da saga. O longa-metragem Thor: Amor e Trovão, que tem data de estreia agendada para 5 de novembro de 2021, conforme divulgou a Marvel Entertainment, também é aguardado por uma famosa teoria de romance entre personagens. Os rumores dão conta de que Valquíria (vivida pela atriz Tessa Thompson) e a Capitã Marvel (vivida por Brie Larson) terão um romance.

Agora, o diretor Taika Waititi falou sobre as especulações de um possível caso entre as duas personagens. O cineasta retorna para mais uma produção da saga, depois de ter realizado o filme Thor: Ragnarok (2017), o último produzido até então, tendo o personagem-título como figura central. Em entrevista à revista norte-americana Wired, o diretor se mostrou preocupado com as exigências do público, o que pode interferir nas produções.

“Eu acho que é um pouco perigoso que as pessoas falem muito sobre o que elas querem com a Marvel porque as coisas tendem a ir para outro caminho. Você quer ouvir os fãs até certo ponto, mas você também não quer fazer um filme totalmente feito pelos fãs porque não faz o menor sentido. Temos que surpreender as pessoas”, disse Waititi à Wired, sem responder se haverá ou não um romance.

E, falando em surpresas, o personagem Thor é um dos que passou por uma mudança recentemente e também surpreendeu o público nos cinemas. O herói deixou o corpo sarado, com os músculos definidos, e surgiu com uma aparência de alguém que estava acima do peso. A mudança seria pontual, mas Chris Hemsworth preferiu mantê-la para o filme Vingadores: Ultimato (2019). A produção concordou e, em seguida, o ator percebeu que o comportamento das outras pessoas para com ele começou a mudar.

Em conversa com a Variety, ele revelou: “As pessoas chegavam em mim e me abraçavam como seu eu fosse um urso, ou faziam carinho na minha barriga como se eu estivesse grávido, ou tentavam sentar no meu colo como se eu fosse o Papai Noel. Você ganha muita atenção e carinho. Eu me senti como um senhor de idade, um avô, com um monte de crianças a minha volta. E aí você fica cansado de ter pessoas chegando e pegando na sua barriga. Eu entendi como a minha esposa [quando estava grávida] se sentia quando estranhos tentavam fazer carinho na barriga dela”.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.