Diretor de Penetras Bons de Bico explica como seria enredo da sequência caso tivesse sido aprovada

Penetras Bons de Bico
Penetras Bons de Bico (Divulgação)

As comédias desbocadas com classificação acima dos 18 anos ganharam os cinemas em meados dos anos 2000. Começando com American Pie (1999), o gênero ganhou força em longas como O Virgem de 40 anos, Superbad, e Penetras Bons de Bico, um dos mais bem-sucedidos de todos, ganhando em 2005 mais dinheiro com bilheterias nos Estados Unidos que Batman Begins.

Curiosamente, uma sequência do longa nunca foi feita, já que a onda de Hollywood é capitalizar o sucesso de filmes que obtiveram grande êxito no passado. Mas de acordo com o diretor David Dobkin, isso nunca esteve fora dos planos, embora já faz mais de uma década que conversas estão acontecendo para isso.

“Todo mundo fica perguntando sobre uma sequência de Penetras Bons de Bico. Ainda não temos um script com o qual consigamos apresentar. Por muitos, muitos anos, praticamente todos os anos, nos ofereceram fazer um segundo filme, e houve grandes negócios que apareceram. O problema é que nenhum de nós queria fazer uma recapitulação do mesmo filme novamente, e nos primeiros anos, tudo se parecia demais com o primeiro filme, e pensávamos: ‘Por quê?’. Financeiramente eu não deveria ter recusado, mas recusei. E Vince e Owen também não queriam fazer isso”, começou ele em entrevista ao site Collider.

Ele falou que até teve uma ideia para um segundo filme há alguns anos, que nunca se concretizou. “10 anos depois, quando me perguntaram novamente e desliguei o telefone depois de dizer ‘não’, pensei: ‘Bem, eu ficaria curioso como seria para os homens de 40 e tantos anos que acabam solteiros de novo e precisam voltar ao mundo. Que história estranha, difícil e desafiadora. E enquanto houver uma história real no meio dela, para mim, pode ser um filme’, Então vamos ver. Começamos a pensar nisso há algum tempo. Ainda não estamos claros. Vince tem que ler e Owen tem que ler. Vi algo que parecia um bom começo. Mas não há pressa em fazer esse filme”, disse ele. Porém fazendo isso, ele estaria contradizendo o primeiro longa, que mostra os dois homens obrigados a amadurecer para viverem relacionamentos amorosos.