Diretor de Shazam! conta as principais curiosidades dos bastidores do filme

Shazam!
Shazam! (Foto: Divulgação)

Juntamente com Aquaman, o filme Shazam! Conseguiu dar uma virada no DCEU (Universo Estendido da DC), e deixar tudo com uma cara mais pop, e menos sombria, como era de costume até então. E nesta quarta-feira, 01 de abril, o diretor do filme David F. Sandberg, participou de um evento promovido pelo site comicbook.com que visava assistir ao longa, comentando as cenas pelas redes sociais.

Sanberg então usou o espaço para contar algumas curiosidades sobre o filme do super-herói e sua produção. Além de revelar que uma das cenas tinha uma figuração não creditada de Seth Green (Guardiões da Galáxia), ele explicou que acabou se esquecendo de inserir o logo da DC na edição do filme, e que não foi algo proposital. “Eu já vi várias teorias sobre o porquê não tínhamos o logo típico da DC. A verdade é que eu esqueci. Quando se faz um filme, são muitas coisas para se pensar. Algumas pessoas não acreditam nisso, pois acham que o estúdio teria reclamado, ou dito algo. Bem. Eles não falaram nada”.

A participação de John Glover foi outro ponto que o diretor destacou. Segundo ele, o ator não participaria das duas fases do filme, ficando restrito apenas à primeira cena, que mostrava Sivana ainda na infância. “Originalmente o pai velho e o jovem seriam atores diferentes, mas o público ficaria confuso, então o John veio e fez os dois, e foi incrível por sinal. Quando eu era criança, eu assisti a Gremlins 2, e disse que um dia eu trabalharia com esse cara”.

Annabelle em cena de Shazam!
Annabelle em cena de Shazam! (Reprodução)

Sandberg também ressaltou algo que o público já havia percebido, a presença da boneca Annabelle numa das primeiras cenas, em uma loja de penhores. Já a direção de arte, segundo ele teve um grande problema a ser resolvido. Os grafites da cidade de Toronto, onde o filme foi gravado, precisaram ser todos cobertos, pois eles só podem aparecer numa produção audiovisual caso tenham o aval do artista que o fez, e na falta de um tempo hábil para procurar todos os artistas, a produção precisou confeccionar novos grafites, pintados em tecido e colados nas paredes, sobre os originais.

O diretor disse ainda que muita coisa foi pensada para o efeito visual que mostrava a supervelocidade de Shazam, e algumas até parecidas com o efeito usado em The Flash, mas ele queria algo mais simples.

bostancı escort