Diretor de Sleight: O Truque Perfeito se oferece para dirigir filme do Cyborg com Ray Fisher

Cyborg (Ray Fisher) em Liga da Justiça
Cyborg (Ray Fisher) em Liga da Justiça (Divulgação)

O diretor J.D. Dillard, de Diretor de Sleight: O Truque Perfeito, conhecido por comandar filmes com focados em personagens negros, está disposto a dirigir um filme do Cyborg, de Ray Fisher. O personagem teria um grande espaço em Liga da Justiça, quando o filme ainda estava sendo comandado por Zack Snyder, mas quando o diretor saiu por causa de uma tragédia familiar, e o longa foi assumido por Joss Whedon, a história foi inteiramente reescrita.

Victor Stone, teria seu enredo de origem contado desde o momento que foi considerado um grande atleta juvenil, até sofrer um acidente que destruiu quase todo o seu corpo, e por ajuda de seu pai, ele conseguiu viver através de um corpo mecanizado robótico. Na versão oficial da Liga da Justiça, o personagem foi o que menos teve tempo de tela.

Um fã no Twitter, JM Mutore, sugeriu que o Dillar se juntasse à estrela do DCEU para levar Cyborg para as telonas em sua própria aventura e ele respondeu com um GIF de Katnis (Jennifer Lawrence), de Jogos Vorazes dizendo ‘Eu me voluntario’. Vale lembrar que em 2017, dentre os planos da Warner Bros. estava lançar um filme solo do herói em junho de 2020. Depois que a possibilidade de o filme sair com o já citado diretor, os fãs do Snyder Cut entraram em frenesi. Matthew Cherry, novo contratado da Warner e ganhador do Oscar por Hair Love, curtiu os tweets, levando os fãs a acreditarem que ele pode ajudar a interceder pelo projeto dentro do estúdio.

Fisher tem sido notícia nos últimos dias por comentários sobre seu tratamento no set com Joss Whedon: “O tratamento de Joss Wheadon no elenco e na equipe da Liga da Justiça foi grosseiro, abusivo, pouco profissional e completamente inaceitável. Ele foi habilitado, de várias maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade> Entretenimento”, escreveu ele no Twitter.