Diretor de The Walking Dead conta que chegou a pedir para chefe tirar personagem da série

Negan (Jeffrey Dean Morgan) promove massacre em The Walking Dead
Negan (Jeffrey Dean Morgan) promove massacre em The Walking Dead (Divulgação)

Mesmo em sua décima temporada, The Walking Dead ainda segue com algum fôlego. O programa foi bastante comentado durante toda a sua existência, tendo alguns momentos chave. Um deles, na estreia da sétima temporada, quando Negan, personagem de Jeffrey Dean Morgan matou duas figuras das mais queridas do programa. Isso gerou uma dor de cabeça imensa no diretor, Greg Nicotero, que chegou a pedir ao diretor da franquia para matar Negan e tirar Morgan de vez da atração.

Além de ser um marco no enredo, o episódio foi pontuado também por uma certa fuga de parte da audiência, que não conseguiu perdoar o massacre promovido na tela. Em entrevista ao Collider, Nicotero explicou tudo o que sentiu na ocasião: “Aquele episódio foi difícil demais”, começou.

“Foi emocionalmente duro para mim. Eu me lembro de ler os quadrinhos e ver o Glenn morto. Ali eu já fiquei muito perturbado, com o quão insensato parecia: o cara diz ‘uni duni tê’ e mata. Isso realmente me incomodou, e acabou caindo no meu colo para dirigir num momento que eu estava muito próximo tanto do Michael Cudlitz (Abraham), como do Steven Yeun (Glenn). Dirigi da melhor forma que pude mesmo sabendo que estava machucando o coração das pessoas. Parte do programa é sobre isso. Num minuto as pessoas estão lá, no outro não”, disse.

Rick (Andrew Lincoln) corta o pescoço de Negan (Jeffrey Dean Morgan) em The Walking Dead
Rick (Andrew Lincoln) corta o pescoço de Negan (Jeffrey Dean Morgan) em The Walking Dead

Greg explicou que a maioria das pessoas envolvidas na produção de The Walking Dead se debruça a ler comentários de fãs em sites, e redes sociais, e críticas que saem na mídia, e que ele próprio acabou em pânico ao ler comentários terríveis sobre as cenas, alguns dos quais ele acabou concordando. Ele relembrou que havia chamado todos os diretores alguns dias antes de o episódio ir ao ar com medo da repercussão e disse: “’Escreva minhas palavras, alguém vai publicar um artigo ruim sobre isso’. Então o episódio foi ao ar e lá estava o artigo”.

Os acontecimentos que se seguiram na história culminaram em Rick (Andrew Lincoln) cortando a garganta de Negan, e pedindo a Siddiq (Avi Nash), que era médico, que o salvasse caso conseguisse. Maggie (Lauren Cohan), que ainda estava de luto após o marido ser assassinado em sua frente por Negan, assistiu toda a cena sem mover um músculo, o que fez com que Nicotero procurasse Scott Gimple, chefão da franquia, e pedisse para tirar Negan da série de vez, temendo mais uma reação do público.

Megan (Lauren Cohan) ao ver que Rick poupou a vida de Negan em The Walking Dead
Megan (Lauren Cohan) ao ver que Rick poupou a vida de Negan em The Walking Dead (Reprodução)

“Eu disse a ele ‘Acho que a Maggie deveria mata-lo. Ela precisa matar ele, atirar nele, fazer alguma coisa, porque ela está ali parada’. Foi difícil filmar aquilo, até porque a Maggie cai de joelhos ao ver que Rick poupou a vida do Negan. Eu dei a ideia ao Gimple, mas muita coisa estava acontecendo com o personagem. Passaram alguns episódios e voltei a perguntar ‘Negan pode tomar um tiro na perna?’”, questionou, dizendo que mesmo os atores estavam pedindo por isso, e que não aconteceu.

 

Comentários