Diretor descreve cena deletada de Katana em Esquadrão Suicida

Karen Fukuhara como Katana em Esquadrão Suicida (Reprodução)
Karen Fukuhara como Katana em Esquadrão Suicida (Reprodução)

Assim como Liga da Justiça, Esquadrão Suicida sofreu diversas alterações durante sua produção e o resultado final que chegou aos cinemas não agradou muito os fãs. Assim como Zack Snyder, David Ayer sempre compartilhou suas ideias para seu filme, e agora com o anúncio do Snyder Cut de Ligada Justiça, Ayer começou a divulgar muito mais coisas sobre os seu Ayer Cut de Esquadrão Suicida.

No Twitter, David Ayer falou sobre um cena em que Katana, interpretada  Karen Fukuhara, teria mais destaque. Ele escreveu: “Magia controlaria ela com uma gavinha [um fio criado com sua magia] e ela atacaria o resto do Esquadrão”. Tal cena poderia mostrar muito mais da personagem e de suas incríveis habilidades de luta, além da possibilidade de ser uma grande cena de ação.

Esquadrão Suicida arrecadou US$ 746,8 milhões em bilheteria. No IMDb, o filme conquistou a nota 6 / 10, e no Rotten Tomatoes teve 27% de aprovação da crítica e 59% de aprovação do público. Leia abaixo alguns comentários a respeito:

“Com base na exibição que assisti, posso atestar que o público parecia gostar genuinamente das piadas e se envolver nas sequências de ação” – Matthew Rozsa, Salon.com.

“Dizer que o filme perde o enredo não seria estritamente preciso, pois isso implicaria que havia um enredo a perder” – Anthony Lane, New Yorker.

“Se ainda não o convenci da qualidade surpreendentemente desleixada do filme, é improvável que o faça”  – Christopher Orr, The Atlantic.

“Os super-heróis da lista B foram lançados no mundo, com seu próprio filme B cult, e é muito divertido” – Kate Muir, Times (UK).

“Você pode se divertir se estiver familiarizado com os quadrinhos e, portanto, não precisar do contexto que normalmente seria necessário. Mas para o resto de nós, é uma das maiores decepções do ano” – Sarah Knight Adamson, Sarah’s Backstage Pass.

“Infelizmente, o que é anunciado como rock n ‘roll de alta octanagem é mais uma música pop desigual” – Douglas Davidson, Elements of Madness.