Diretor faz revelação sobre cortes no filme Coringa

Filme Coringa
Imagem promocional de Coringa (Divulgação/Warner Bros. Pictures)

O filme Coringa chega em breve aos cinemas de todo o Brasil. Prestes a estrear nas telonas, o longa chama cada vez mais atenção. Agora, os holofotes pousaram sobre uma revelação feita pelo diretor da atração, Todd Phillips. Em entrevista ao site de notícias de entretenimento ScreenRant, o cineasta contou um “pequeno” detalhe sobre a edição do filme.

Na conversa com o portal, Phillips disse que o corte inicial do filme tinha por volta de 30 minutos a mais de duração. Entretanto, essa parcela de imagens foi retirada e não entrou na edição final.

“Existem tantos cortes. Quero dizer, o primeiro corte deste filme foi de 2 horas e 35 minutos. O filme foi lançado com 2 horas e 2 minutos, com créditos”, disse o diretor. Com isso, 30 minutos de cenas inéditas não foram levadas às telonas e estão à disposição de Todd para uma possível continuação ou lançamento futuro.

E, por falar em sequência, o cineasta também contou ao ScreenRant que está disponível para um novo trabalho, caso o ator principal, Joaquin Phoenix, atual intérprete do Coringa, tenha interesse. “Eu vou fazer qualquer coisa que Joaquin Phoenix queira fazer. E eu realmente vou. Mas o filme não foi feito para ter uma sequência. Sempre pensamos nele como um só filme, e é isso”, afirmou Phillips.

Com data de lançamento agendada para o próximo dia 3 de outubro, Coringa já conquistou seu espaço por onde passou. O filme foi o ganhador do Leão de Ouro no Festival de Veneza deste ano. Até o momento, apesar das críticas negativas, o longa segue tendo boa repercussão.

Em cartaz promocional do filme, foram destacadas, em contrapartida, críticas positivas destinadas ao produto, como “Gloriosamente ousado, definição atribuída pelo jornal britânico The Guardian.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.