Liga da Justiça
Cena deletada em Liga da Justiça mostra morte de Silas Stone (Imagem: Divulgação/DC)

O diretor Zack Snyder revelou uma foto nas redes sociais de uma cena deletada do novo filme da Liga da Justiça, que possivelmente mostraria a morte de Silas Stone.

Na imagem divulgada, o personagem está em um compartimento, enquanto o Cyborg observa do lado de fora. A publicação ainda conta com a seguinte legenda: “Você choraria também”.

Snyder deixou a direção de Liga da Justiça após drama familiar

Snyder seria o diretor titular do filme lançado em 2017, mas deixou o posto após as filmagens, já no período de pós-produção. A decisão aconteceu após passar por uma verdadeira tragédia familiar. A sua filha Autumm, fruto do seu primeiro casamento, cometeu suicídio aos 20 anos de idade.

“Na minha cabeça, pensei que seria algo catártico voltar ao trabalho, para me enterrar e ver se havia uma maneira de continuar”, afirmou Snyder na ocasião.

“As demandas desse trabalho são muito intensas. Elas te consomem. E os últimos dois meses eu percebi… Decidi me afastar do filme para ficar com minha família, meus filhos, que realmente precisam de mim. Todos estão passando por tempos difíceis. Eu estou passando por um tempo difícil”, completou.

Troca de diretores desagradou os fãs

Com isso, o longa foi assumido por Joss Whendon, que finalizou a produção. Por causa da mudança, muitos fãs culparam o resultado do filme ao corte feito pelo novo cineasta. Isso fez com que aumentasse cada vez mais os rumores em torno de como seria a primeira versão do filme.

Tanto que um grupo chegou a se juntar e criou uma petição online na internet para que o corte original fosse lançado e conseguiu mais de 179 mil assinaturas de admiradores dos filmes da DC.

“Liga da Justiça” estreou em novembro de 2017, e arrecadou cerca de US$ 657 milhões de bilheteria no mundo todo, enquanto esteve em cartaz.

Liga da Justiça
Cena deletada de Liga da Justiça (Imagem: Reprodução)
ANÚNCIO

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui