Diretora de Mulher-Maravilha revela projeto totalmente novo sobre a heroína

Mulher-Maravilha (Divulgação / DC Comics)

Patty Jenkins, diretora da nova franquia de Mulher-Maravilha nos cinemas, revelou à revista Empire que a Warner Bros., estuda desenvolver uma série de animação sobre Themyscira, o reino soberano das amazonas. Além disso, a animação seria cânone e se vier a ser produzida, terá relação com os dois filmes da heroína: Mulher-Maravilha (2017) e Mulher-Maravilha 1984, que será lançado em breve.

A cineasta não revelou mais detalhes sobre a animação e quase nada a respeito de Mulher-Maravilha 1984.  Sabe-se que a história se desenrola tendo como plano de fundo a Guerra Fria e que Diana Prince se vê enfrentando dois inimigos poderosos; o investidor Maxwell Lord (Pedro Pascal) e Barba Minerva, a Mulher-Leopardo (Kristen Wiig).

No entanto, Patty falou sobre a possibilidade de produzir um terceiro filme das Amazonas.  “Você está gostando do filme que está fazendo e também refletindo sobre o que poderia ser diferente ou melhor no mundo [real]. E, portanto, que história você quer contar ”, diz ela. “Essa é a melhor coisa para mim sobre histórias de super-heróis. Você é capaz de ter um diálogo sobre o que um herói seria agora. Então, sim, tenho idéias para o que gostaria de dizer e Gal também”, acrescentou.

A publicação ainda mostra uma imagem das Olimpídas das Amazonas. “O que eu amo sobre os Jogos Olímpicos das Amazonas é tudo o que temos para realmente comemorar no primeiro filme”, afirmou. “Aqui estão essas pessoas que são incrivelmente poderosas e capazes, mas diferentes na maneira como abordam as coisas. Se você treina há centenas de anos por causa de uma invasão iminente, estará constantemente trabalhando em todos esses conjuntos de habilidades. Então, para mim, todos os anos, eles têm essas Olimpíadas para ver quem está fazendo o melhor em cavalos ou nadando mais rápido, e vendo novos truques que as pessoas descobriram”, complementou.

Destaque da CCXP de 2019, o filme estreia no Brasil, no dia 1º de outubro de 2020, um dia antes de sua estreia nos Estados Unidos.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.