Diretora quer lançar filme derivado antes do terceiro filme da Mulher-Maravilha

Connie Nielsen em Liga da Justiça
Connie Nielsen em Liga da Justiça (Reprodução)

A diretora de Mulher-Maravilha, Patty Jenkins deu uma nova visão sobre o que pretende fazer com a franquia daqui para frente, sobretudo adicionando um novo filme derivado focado especificamente nas amazonas de Themyscira. Em uma entrevista à Total Fim, ela contou que o filme sem a presença de Diana deve ser lançado antes do terceiro longa da heroína.

“Não posso determinar ao certo quando estes filmes vão sair, porque quero me envolver em outras coisas também. Mas há um arco que eu tenho em mente para o primeiro filme, depois para o segundo, e então o filme das amazonas e depois um terceiro filme”, disse ela, embora tenha deixado claro que não pretende assumir a direção justamente para focar em novos projetos.

“Espero não dirigir. Eu vou tentar muito não dirigir. Não será fácil. Mas Geoff Johns e eu pensamos em uma história e vendemos a ideia, vamos encaminha-lo. Eu vou produzi-lo, com certeza”, disparou ela.

Curiosamente, a atriz Connie Nielsen que dá vida à Hipólita, mãe de Diana já havia falado em entrevista anterior sobre seu desejo de um spin-off focado no universo das mulheres da ilha. “Seria incrível, e adoraríamos fazer isso”. Já Mulher-Maravilha 1984 parece ainda estar na incerteza de uma data de lançamento.

O filme que seria lançado em junho, precisou ser adiado por conta da pandemia causada pelo coronavírus, passando para agosto, mas com o passar do tempo, e o vírus sem sinal de descanso para a população mundial, acredita-se que ele não veja a luz do dia tão cedo. E a própria Connie falou sobre isso em entrevista recente a emissora ABC. “Eu não sei sobre o prazo de agosto. Estou com os dedos cruzados e realmente espero que aconteça”, disse. Sem maiores detalhes sobre o enredo, os fãs estão intrigados com o retorno de Steve Trevor, personagem de Chris Pine que morreu no primeiro longa.