Disney+ terá menos conteúdo que a Netflix; saiba detalhes

Disney+ e Netflix
Disney+ e Netflix (Foto: Divulgação)

A Variety divulgou um novo estudo da Ampere Analysis, sobre a biblioteca disponível na Disney+. De acordo com a pesquisa, em seu primeiro ano, o serviço terá apenas 16% do catálogo americano da Netflix. Eles não estão preocupados com a quantidade, e sim com qualidade, já que o menu vai ser o Streaming mais atraente de todos. O motivo é simples: todo o conteúdo da Disney estará no catálogo.

A empresa está trabalhando também para tornar o Streaming uma plataforma exclusiva para todos os seus filmes e programas de TV futuramente. Ou seja, a Netflix não terá acesso a produções da Marvel, Pixar, como Frozen 2, Vingadores: Ultimato, Toy Story 4, entre outros, que ainda estrearão. O presidente da Marvel, Kevin Feige, chegou a falar sobre o futuro dos filmes na plataforma. “O MCU pós-‘Vingadores: Ultimato’ será extremamente diferente e extremamente focado no Disney+ se ligando aos filmes futuros”, revelou.

Serviço

Disney+ vai ser lançado nos EUA em novembro, com uma assinatura mensal de US$ 6,99. No Brasil, o serviço só chegará em 2020. No primeiro ano, espera-se que a plataforma disponibilize mais de 7.500 episódios e 500 filmes, além de 250 horas de conteúdo do National Geographic.

A Disney também confirmou a produção de séries baseadas em Monstros S.A e High School Musical, junto de um programa documental estrelado por Jeff Goldblum. O estúdio vai produzir também filmes de médio e baixo orçamento, ao longo do ano, para o Disney+. Filmes como Noelle, com Anna Kendrick, Timmy Failure, dirigido por Tom McCarthy, Stargirl, baseado no livro de mesmo nome, Togo, estrelado por Willem Dafoe e o remake em live-action de Dama e o Vagabundo, filmado com cachorros de verdade, estarão no catálogo no primeiro ano do serviço.

bostancı escort