Disney vai levar documentário dos Beatles para os cinemas

Peter Jackson
Peter Jackson (Divulgação)

A Disney continua com seus lançamentos mesmo com os problemas recentes envolvendo Mulan no mercado chinês, e uma possível guinada de 360 graus no calendário do MCU (Universo Cinematográfico Marvel), e não pretende parar de surpreender. Depois de anunciar que o remake live-action de Peter Pan será cinematográfico, e não apenas um telefilme para sua plataforma de streaming, a empresa decidiu levar um documentário para as telonas.

Não se trata de mais uma produção da Casa do Mickey Mouse, e sim de um documentário produzido sobre os Beatles. O filme de Peter Jackson foi o escolhido pelos executivos da empresa, e mostra a preparação da banda de rock mais famosa de todos os tempos para gravar seu álbum, Let it Be.

As 55 horas de filmagens do material original foram feitas em 1969 por Michael Lindsay-Hogg para um especial de TV, e parte dele virou um filme chamado Let it Be, que ganhou um Oscar e um Grammy em 1970.

“As 55 horas de filmagens inéditas e 140 horas de áudio que foram disponibilizadas pra nós, garantem que esse filme vai oferecer aos fãs dos Beatles a experiência de ser uma ‘mosca na parede’, algo com o qual eles sonham há muito tempo – é como se uma máquina do tempo tivesse nos transportado até 1969, e nós pudéssemos sentar no estúdio assistindo esses quatro amigos fazendo músicas incríveis juntos”, disse Peter Jackson para os fãs no ano passado.

“Eu fiquei aliviado ao descobrir que a realidade é bem diferente do mito. Depois de assistir todas as filmagens e gravações em feitas por Michael Lindsay-Hogg 18 meses antes da separação da banda, é simplesmente um maravilhoso tesouro histórico escondido. É claro, temos momentos de drama – mas não achei nada da discórdia a qual esse projeto foi sempre associado. Assistir John, Paul, George e Ringo trabalhando juntos, criando do zero músicas que hoje em dia são clássicos, é não apenas fascinante – mas também é algo engraçado, animador e surpreendentemente íntimo”, continuou Jackson.

Bob Iger, ex-CEO da Disney, e atual superintendente criativo revelou que The Beatles: Get Back, como o documentário é chamado, passou por um longo processo de restauração que garantiu que as imagens antigas ficassem com resolução semelhante ao que se faz atualmente. “Parece que foi filmada ontem”, disse ele. O documentário está previsto para ser lançado em setembro.