Divulgadas imagens de bastidores da retomada das gravações de Matrix 4

Matrix (Imagem: Divulgação)

Matrix 4 foi uma das produções cinematográficas que tiveram que ser paralisadas por conta da pandemia do coronavírus. Com alguns países tendo a situação da pandemia controlada e os estúdios tomando as devidas precauções para evitar novos contágios, diversas produções estão retomando seu trabalhos e uma deles é o quarto filme da franquia Matrix.

O site TMZ divulgou algumas imagens do reinicio das gravações de Matrix. Nas fotos vemos Keany Reeves, que interpreta o protagonista Neo, Carrie-Anne Moss que interpreta Trinity e Neil Patrick Harris, cujo personagem ainda não foi divulgado. Contudo, os três não estão caracterizados como seus personagens. Confira as fotos abaixo:

Bastidores de Matrix 4 (Foto: Divulgação / TMZ)
Bastidores de Matrix 4 (Foto: Divulgação / TMZ)
Bastidores de Matrix 4 (Foto: Divulgação / TMZ)
Bastidores de Matrix 4 (Foto: Divulgação / TMZ)
Bastidores de Matrix 4 (Foto: Divulgação / TMZ)
Bastidores de Matrix 4 (Foto: Divulgação / TMZ)

Ainda não foram revelados detalhes sobre a trama de Matrix 4. A produção contará com o retorno de Lana Wachowski, uma das diretoras da trilogia original. O filme está previsto para chegar em 2022.

O primeiro filme Matrix estreou em Maio de 1999 e arrecadou US$ 465,3 milhões em bilheteria. O segundo, Matrix Reloaded, estreou no inicio de 2003 e arrecadou US$ 741,8 milhões em bilheteria. Matrix Revolutions chegou nas telonas no final de 2003 e arrecadou US$ 427,3 milhões em bilheteria. A trama segue Neo, um rapaz normal que um dia descobre que é o escolhido que pode acabar com a guerra entre humanos e máquinas.

Leia abaixo o que a crítica já falou sobre o primeiro longa metragem:

“Neo oferece a Reeves a combinação perfeita da curiosidade e admiração de Ted Theodore Logan, a seriedade de Johnny Utah e a maldade de Jack Traven” – Adam Kempenaar, Filmspotting.

‘Os [Wachowskis] “emprestaram” pedaços daqui, de lá e de todos os lugares, e acabaram criando um amontoado de duas horas e quinze minutos de referências culturais e filosóficas com violência de sobra, mas com pouca clareza ou lógica” – Kathi Maio, The Magazine of Fantasy & Science Fiction.

“Matrix ainda se destaca como um drama futurista ferozmente emocionante e desconcertante, que foi pioneiro em sequências de ação de tirar o fôlego, inspiradas nas artes marciais asiáticas” – Peter Bradshaw, Guardian