O Grito 3 (Reprodução)

Uma das franquias de terror mais famosas do começo dos anos 2000, O Grito ganhará reboot nos cinemas pelas mãos do diretor Nicolas Pesce. Diferente das últimas sequências que não agradaram o público, o novo longa promete voltar às origens do primeiro filme, que por sua vez foi baseado em uma obra japonesa.

A produção teve suas duas primeiras imagens divulgadas, que podem ser conferidas no fim do post, estrelando Tara Westwood, Lin Shaye e Demián Bichir. Embora seja ambientado nos Estados Unidos, o filme se passa simultaneamente ao longa de 2004 dirigido por Takashi Shimizu e protagonizado por Sarah Michelle Gellar. Na nova história, Andrea Riseborough vive uma policial investigando um caso que a leva à uma casa assombrada por uma terrível maldição.

Em entrevista à revista Entertainment Weekly, Pesce explicou que três histórias diferentes, porém interligadas, levam os personagens até a residência: “Assim como nos filmes antigos, é como um tapete de três histórias que se entrelaçam e ocorrem em tempos um pouco diferentes”. Para o diretor, o que faz da franquia tão durável a assustadora é como ela se difere dos filmes de terror tradicionais.


Veja Também


 

Não temos uma casa de estilo gótico para a qual você olha e diz, ‘Ah, essa casa é mal assombrada’, é um lugar comum. O tema, especialmente desse filme, é que até mesmo por trás da casa mais de aparência mais normal, pode se esconder algo aterrorizante, atrás de qualquer porta, com qualquer pessoa”, explicou ele. O longa estreia em janeiro de 2020.

Televisão

“O Grito” também continuará assustando o público, dessa vez na telinha. Durante evento da Netflix no Japão, foi divulgado o projeto de uma série inspirada na franquia, com direção de Sho Miyake. Mais detalhes não foram revelados, mas a previsão de chegada ao streaming é para 2020.

 

O Grito (Divulgação)
O Grito (Divulgação)

 

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui