Drama racial Queen and Slim arrecada número impressionante de bilheterias

Queen & Slim
Queen & Slim (Imagem: Divulgação)

Mesmo com um final de semana estendido nos Estados Unidos por conta do feriado prolongado de Ação de Graças, o drama racial Queen & Slim, não fez feio em bilheteria, e conseguiu bater a marca surpreendente de US$ 15,8 milhões de bilheterias. 

Os números impressionam visto que a produção estreou no país em apenas 1,690 salas de cinema. Para se ter uma ideia, o reboot de As Panteras chegou ao circuito em 3,452 salas e arrecadou apenas US$ 8,3 milhões. 

A trama conta a história de um casal negro que é parado pela polícia, enquanto retorna do primeiro encontro entre eles. A abordagem acaba dando errado e os dois passam a ser vistos como fugitivos da lei. 

Daniel Kaluuya, Chloë Sevigny, Flea, John Sturgill Simpson e Indya Moore fazem parte do elenco do longa, que conta com a direção de Melina Matsoukas, premiada cineasta responsável por assinar tramas como Insecure e Master of None. Ela também tem dois Grammys no currículo por estar por trás do clipe de Formation, da Beyoncé. O roteiro é da vencedora do Emmy Lena Whaite. 

O sucesso de Queen & Slim tem deixado a distribuidora Universal Pictures animada com os resultados, como indicou o chef de distribuição domestica Jim Orr, recentemente. “A Universal acredita em defender cineastas ousados ​​com uma voz única. Com ‘Queen & Slim’, Melina Matsoukas e Lena Waithe fizeram um filme emocionalmente poderoso, trazendo um nível de autenticidade à narrativa que você não costuma ver. Não há dúvida de que este filme deixará uma impressão duradoura no público”, afirmou ele. 

O público tem saído do cinema e aprovado o que viu. A produção recebeu nota A, e deve contar com a estabilidade a partir das próximas semanas. No Brasil, Queen & Slim tem previsão de estreia apenas no dia 30 de janeiro de 2020.