Durante julgamento, Johnny Depp nega acusação e diz coisas horríveis sobre James Franco

Amber Heard e James Franco
Amber Heard e James Franco (Reprodução)

Desde a última terça-feira, 07 de julho está acontecendo em Londres o julgamento do ator Johnny Depp, que está depondo como testemunha no processo que move contra o jornal The Sun por tê-lo chamado de ‘espancador de mulheres’. O problema é que o todo o imbróglio tem trazido a tona diversas situações, que envolvem outras pessoas, incluindo o ator e diretor James Franco.

Confrontado sobre uma história de que teria agredido a ex-esposa Amber Heard dentro de um avião, inclusive atirando cubos de gelo nele, ele negou que tenha feito isso, mas disse que ficou inconformado por ela ter topado participar de um filme junto com James Franco (Traumas de Infância/ The Adderall Diaries), pois já tinha reclamado do comportamento inadequado dele anteriormente.

“Ela me contou muitas coisas muito negativas sobre James Franco, que ele tentou beijá-la e fez avanços sexuais em relação a ela no filme anterior que eles fizeram juntos. Ela disse que ele era um idiota e um estuprador. Ela disse que ele foi bastante agressivo em seus avanços em relação a ela”, disse ele. Quando Sasha Wass, advogada do The Sun, questionou que ele estava inventando na hora a palavra ‘estuprador’ ou se Amber havia dito mesmo essa palavra, ele garantiu que ela falou.

“É apenas uma palavra que foi usada pelas ações do Sr. Franco, como me foi descrito pela sra. Heard, que eram avanços sexuais, ele se inclinando e dizendo ‘eu vou beijar você’. Ela teve que fugir dos avanços dele em um ponto, que eram meio que sem parar, e ela sentiu que ele era assustador e estuprador, então eu usei [a palavra] ‘estuprador’”, completou ele, que alegou ter se sentido mal por ela ter aceitado trabalhar com ele.

“Você ficou furioso, exigindo saber o quanto ela gostava de sair com James Franco. Você estava com tanta raiva que ela não se envolveu com você nessa discussão que você deu um tapa nela”, questionou a advogada, mas ele nega que isso tenha acontecido: “Existem possibilidades em que esse tipo de coisa possa ter saído da minha boca, dependendo do que saiu da boca dela antes, mas eu não fiquei furioso em um vôo na frente de todas essas pessoas”.