Editor de Dragon Ball cria polêmica ao falar da franquia de mangás

Goku em Dragon Ball
Goku em Dragon Ball (Divulgação)

Dragon Ball é um dos animes e mangás de maior sucesso mundial, a história criada por Akira Toriyama tem um leque enorme de personagens carismáticos e inesquecíveis, e entre eles está Goku, o protagonista que não dispensa uma boa luta e muito menos um bom rango. Contudo, o personagem é visto por muitos apenas um grande bobão e sua trajetória não acrescenta em nada na vida dos fãs, e um dos que compartilham essa opinião é Kazuhiko Torashima.

Torashima trabalhou no mangá junto com Toriyama na época em que era publicado pela Shonen Jump, entre 1984 e 1995. E em uma matéria do site Teh Dao of Dragon Ball, o editor disse que a história de Dragon Ball foi de mal a pior depois da saga do vilão Pilaf, onde o mangá começou a ter menos popularidade e ele começou a fazer pesquisas através de outros mangás para descobrir o que os tonavam populares. Contudo, Torashima desistiu da ideia e achou melhor que a história não precisava ter substância e apenas forcar em comédia e lutas para vender bem.

Na entrevista, ele disse: “Foi aí que eu decidi fazer de Dragon Ball um trabalho sem substância. Não há nada que você possa aprender lendo Dragon Ball. Não tem uma lição de vida, é inútil para as nossas vidas, é só um quadrinho engraçado. E tudo bem com isso!”. Kazuhiko Torashima ainda disse na entrevista que os leitores mais jovens da época não queriam receber lições, e que Akira Toriyama tinha a capacidade criativa suficiente para criar histórias com ótima cenas de luta e estratégia.

Vale lembrar que o que Torashima disse tem fundamento, e isso é muito bem representado no anime Dragon Ball Super, onde Goku mostra seu lado mais egoísta e convence os Zen-O, os deuses supremos, a fazer um torneio de artes marciais só para poder lutar contra os guerreiros mais fortes do multiverso. E claro, o torneio não seria somente uma simples competição, os Zen-O decidiram que os perdedores teriam seus universos apagados da existência.