Elenco da série One Piece pode respeitar a nacionalidade de seus personagens

One Piece – Arco Wano (Imagem: Divulgação)

Os espectadores gostam de se ver representado nas produções que assistem, por isso no últimos anos filmes e series estão buscando, mesmo que de forma tímida, trazer o máximo de diversidades em seu elenco. A produções cinematográficas também estão evitando o whitewashing, onde personagens de livros, HQs e desenhos que são de outras etnias acabam sendo substituídos por atores brancos.

One Piece é um dos animes e mangás de maior sucesso do mundo, criado por Eiichiro Oda, a trama segue um grupo de piratas que tenta encontrar o maior tesouro de todos. A produção ganhará em breve uma versão live-action e os fãs estão preocupados se os personagens serão representados como devem ou sofreram um whitewashing.

No Twitter, um fã fez um apelo: “Por favor, tenha um elenco diversificado … nem todos precisam ser Nami, mas agradeceria sinceramente pelo menos um ator asiático / japonês na equipe principal”. E o perfil oficial do live action respondeu com vários emojis de bandeiras, revelando que os atores devem respeitar as nacionalidades de seus personagens.

Vale lembrar que Oda revelou há algum tempo a nacionalidade dos integrantes do famoso bando do Chapéu de Palha. Um fã questionou sobre se One Piece fosse no mundo, quais seriam as nacionalidades dos personagens principais. O criador respondeu que Luffy é do Brasil, Zoro do Japão, Nami da Suécia, Usopp da África, Sanji da França, Chopper do Canadá, Robin da Rússia, Franky da América e Brook Áustria.

Como podemos ver, o perfil do Twitter do live action de One Piece deu a resposta seguindo a mesma sequência do que foi respondido por Eiichiro Oda há anos atrás, ou seja, a Netflix está fazendo a lição de casa direitinho. Esperamos que até a estreia da série isso mantenha.

Não foram revelados muitos detalhes sobre o enredo da série.  Segundo rumores a primeira temporada contará com dez episódios e terá uma história mais sombria que o produto original.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.