Elenco de La Casa de Papel fala sobre o que esperar dos personagens na nova temporada

La Casa de Papel
La Casa de Papel (Divulgação)

O elenco da série La Casa de Papel, Alba Flores (Nairóbi), Esther Acebo (Estocolmo), Darko Peric (Helsinki) e Rodrigo De La Serna (Palermo) comentou em entrevista ao portal UOL, o que pode-se esperar para a nova temporada e a relação dos atores com seus personagens.

Alba Flores, preocupada com o destino de Nairóbi, que terminou a terceira temporada em estado crítico, assegurou que a personagem “vai ter muita presença durante a quarta temporada inteira”.  Esther Acebo, por sua vez, acredita que Estocolmo está “Ocupando um lugar importante como mulher dentro do grupo, afinal ela passou uma temporada inteira buscando isso”.

Darko Peric disse que o que lhe atrai no enredo são os temas sociais que a produção aborda. “E também para mim como ator, como Darko, interpretar um homossexual, o Helsinki, é como um presente na verdade, estou representando uma parte da população do mundo, que se identifica comigo, algo que me toca é maravilhoso”.

Por fim, perguntado se o passado entre Palermo e Berlim irá surpreender os fãs, Rodrigo de La Serna foi taxativo: “Vai surpreender vocês e muito, é uma bomba um tsunami erótico e emocional”. 

Ainda no vídeo, o elenco brincou sobre as teorias que tem sido levantadas pelos espectadores da produção nas redes sociais. Ao comentar as possibilidades levantadas pelos fãs, os atores chegaram a criar até um crossover com The Walking Dead, Game of Thrones e Matrix.

A nova temporada de La Casa de Papel estreia no dia 03 de abril, na Netflix. Nesta nova leva, o grupo do Professor (Álvaro Morte) vai ter de encarar o desafio de concluir o plano que não deu certo, por mais uma vez e salvar vidas em risco por conta após o planejamento do seu líder sair do controle. Os bandidos também vão ter  inimigos dentro e fora do Banco da Espanha.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.