Elizabeth Banks não desanima e permanece otimista sobre “As Panteras”

As Panteras
As Panteras (Imagem: Divulgação/Sony Pictures)

As Panteras estreou no último dia 14 de novembro e, apesar da boas críticas, tem decepcionado das bilheterias. O filme sofreu uma queda muito grande de arrecadação em seu segundo final de semana de exibição nos Estados Unidos, alcançando apenas US$ 4,6 milhões. Ao redor do mundo o longa acumula US$ 43,5 milhões.

No entanto, essa queda não desanimou Elizabeth Banks, que dirige, produz, co-escreve, e ainda estrela o filme. Em uma publicação em seu Twitter, a diretora deixou de lado a trajetória decepcionante e se mostrou bastante otimista, comemorando o fato de duas salas de cinema em sua cidade natal estarem lotadas.

“Eu fiquei sabendo que As Panteras esgotou duas sessões hoje à noite na minha terra natal Pittsfield e eu só gostaria de mandar a todos vocês meu amor e minha gratidão”, escreve a atriz.

Veja:

O filme possui um orçamento relativamente baixo. São US$ 48 milhões. Se a arrecadação continuar caindo vai ficar difícil para o longa cobrir todos os custos da produção.

Anteriormente, Elizabeth Banks, em conversa com o Indie Wire, falou sobre a baixa bilheteria, indicando a dificuldade dos homens de aceitarem filmes de ação protagonizados por mulheres. “O público precisa assistir ao filme porque a baixa bilheteria apenas reforça a ideia de que homens não gostam de filmes de ação com mulheres, o que alimenta um esteriótipo sexista”, disse a diretora.

“As Panteras” é baseado na série de TV homônima da década de 1970. O programa já foi adaptado em 2000, sendo estrelado por Drew Barrymore, Lucy Liu, Cameron Diaz, Bill Murray e Tim Curray. O longa foi dirigido por McG, com base num roteiro de Ryan Rowe, Ed Solomon e John August.

Já a nova adaptação conta com Kristen Stewart, Naomi Scott, Ella Balinska, Djimon Hounsou, Patrick Stewart, Sam Claflin e Noah Centineo, além de Elizabeth Banks. O roteiro foi escrito por Banks, Evan Spiliotopoulos e David Auburn.

 

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.

bostancı escort